Cuiabá, 19 de Maio de 2024

POLÍTICA Sábado, 06 de Maio de 2017, 10:33 - A | A

06 de Maio de 2017, 10h:33 - A | A

POLÍTICA / NA BOLÍVIA

Taques diz a Evo que Temer pode apoiar pavimentação de San Matias a San Ignácio

Da Redação



(Foto: Gcom-MT)

Evo Morales e taques.jpeg

 

Em encontro nesta sexta-feira (05) com o presidente da Bolívia, Evo Moraes, o governador Pedro Taques que na abertura do encontro havia negociado com o presidente aumentar o consumo de gás em Mato Grosso, saindo do país vizinho, mais tarde defendeu a pavimentação da rodovia que liga San Matias a San Ignácio. 

 

Os pouco mais de 300 quilômetros são considerados pelo governo como essencial para a integração regional. Evo destacou que a pavimentação da rodovia será tratada como prioridade. 

 

Em abril de 2016, o Governo de Mato Grosso realizou a Caravana da Integração, que saiu de Cuiabá e cruzou o caminho até o Oceano Pacífico mostrando as dificuldades para a exportação da produção. O trecho entre San Matias e San Ignácio é o mais complicado da travessia. Evo disse estar convencido da necessidade de integração. 

 

"Mato Grosso é o estado brasileiro responsável por 28% da produção nacional. Temos interesse nestas relações para que possamos comprar o gás da Bolívia com um contrato firme, queremos comprar a ureia. Mas é importante também, eu não posso perder a oportunidade de falar da ligação de Mato Grosso com o Departamento Autônomo de Santa Cruz, com a pavimentação dos 315 quilômetros entre San Matias a San Ignácio", argumentou o governador. 

 

Taques disse que como exemplo da importância da pavimentação, ele já conversou com o presidente da República Michel Temer e o chanceler do Brasil, ministro Aloísio Nunes, para debater o tema no Brasil, de forma que o governo brasileiro possa colaborar de alguma forma na concretização da obra. "Estamos distantes, mas essa distância precisa ser superada porque o povo brasileiro tem um carinho especial pelo povo boliviano e temos certeza que a recíproca é verdadeira", disse Taques ao presidente boliviano. 

 

Em sua fala sobre a pavimentação da rodovia, Evo afirmou que acredita na integração dos países da América do Sul e ressaltou que a Bolívia tem interesse em alcançar o Oceano Atlântico e a passagem por Mato Grosso. Segundo Evo, Brasil e Bolívia são povos irmãos e precisam trabalhar conjuntamente. Sobre a proposta da rodovia, disse que a Bolívia tem a intenção de fazer um corredor bioceanico, com Peru, Paraguai e Uruguai. 

 

Além disso, o presidente boliviano disse que deseja fazer uma ligação bioceanica passando por San Matias, Riberalta e Guayaramerin. Segundo Evo, esse é um projeto que é esperado há muito tempo pelos povos da Bolívia e do Brasil. 

 

Ao fim da reunião, o governador Pedro Taques esteve com o governador do Departamento Autônomo de Santa Cruz, Rubén Aguilera, que também defende a pavimentação e integrou a Caravana da Integração no ano anterior.

 

Na oportunidade, Taques convidou o governador para participar do Festival Internacional de Pesca de Cáceres e para visitar as obras da Zona de Processamento de Exportação (ZPE), cujo as obras serão iniciadas neste sábado (06).

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia