Cuiabá, 08 de Agosto de 2020

POLÍTICA MT
Terça-feira, 23 de Junho de 2020, 15h:25

ALVO DE OPERAÇÃO

Alex Vieira pede exoneração da Secretaria de Educação e diz que vai provar inocência

Euziany Teodoro
Única News

Assessoria

O agora ex-secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos, foi alvo da Operação Overlap, da Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (23), e decidiu pedir exoneração do cargo para que possa fazer sua defesa. Em entrevista, disse que vai provar ser inocente da acusação de fraude em licitação, pagamentos em duplicidade e sobrepreço na obra de uma unidade de ensino.

"Entendo o papel do Ministério Público, o papel da Polícia Civil, recebo a decisão com muita tranquilidade e decisão judicial não se discute, cumpre-se. Então, para também não ter nenhuma situação, eu peço exoneração, para que o prefeito também fique tranquilo e não prejudique o andamento da secretaria", disse.

De acordo com o Inquérito Policial, o então secretário municipal de educação, em 2017, Rafael Cotrim, teria recebido valores indevidos por meio de suas empresas, sendo posteriormente detectado se tratar de empresas ligadas diretamente ao atual secretário no cargo, Alex Vieira.

Alex esclareceu que tinha sociedade, em um ramo totalmente diferente, com um dos sócios da construtora responsável pela obra da creche CMEI – Joana Mont Serrat Spindola Silva, localizada no bairro CPA III, em Cuiabá.

A obra, que tinha custo inicial de R$ 1.432.300,00, em 2012, passou por nova licitação em 2017 a um novo valor, de R$1.096.248,81, chegando ao total de R$ 2.304.570,74, ou seja, uma diferença de R$ 872.270,74.

Passos explicou que não foi o responsável por nenhuma das licitações, em 2012 e 2017, e apenas encerrou a obra. Ele assumiu o cargo de secretário da Educação apenas em março de 2018.

"Eu entrei em março de 2018 e apenas concluí a obra, concluí o pagamento à empresa e entregamos essa CMEI. De tudo que nós fizemos à frente da secretaria, essa é uma situação que não compete a nós, diretamente. Não houve qualquer forma de ingerência ou fraude no processo licitatório", afirmou.

Rafael Cotrim

Rafael Cotrim, ex-secretário de Educação que também está no alvo das investigações, escreveu uma carta aberta à sociedade, em que lamenta o episódio e diz que vai apresentar todas as justificativas e esclarecimentos que porventura lhe sejam solicitados pelos órgãos de investigação e pela própria Justiça.

Veja a íntegra

Carta à Sociedade

O empresário Rafael Cotrim reafirma à sociedade cuiabana e mato-grossense a lisura e a honestidade dos seus atos no período em que contribuiu com a cidade de Cuiabá na condição de secretário municipal de Educação. Lembra que deixou o cargo após 14 meses por entender que, como cidadão, já havia dado a sua quota de contribuição à governança pública.

Nesse sentido, lamenta profundamente a narrativa contida no noticiário da Imprensa de hoje (e que envolve o seu nome), infelizmente alimentada de textos originariamente elaborados por assessoria de comunicação de organismo público com a nitida preocupação de julgar antecipadamente pessoas e não o de explicar as ações em curso.

Afirma ter a confiança de que o caso relacionado a uma obra em um próprio municipal (que motiva investigação e resultou em busca de documentos em sua residência) será devidamente esclarecido. E que a situação vivida hoje, já será devidamente justificada pelos documentos entregues a autoridade policial na busca e apreensão.

Todavia, também antecipa que apresentará todas as justificativas e esclarecimentos que porventura lhe sejam solicitados pelos órgãos de investigação e pela própria Justiça, se for o caso, vez que tem a consciência tranquila da legalidade praticada no exercício da função pública.

Reitera ainda que, desde 1992, atua na área empresarial e que os seus atos sempre foram pautados na licitude e transparência, tendo, por isso mesmo, edificado ao longo de toda a sua vida um patrimônio de honestidade, seriedade e respeito ao próximo, à Família, ao bem público e à sociedade.

Rafael Cotrim


1 COMENTÁRIO:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Tino  24-06-2020 12:19:40
Cotrim é um falsario, vai ficar em cana por longos anos. Ainda bem! Chupa seu idiota!

Responder

0
0

MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE