Cuiabá, 25 de Fevereiro de 2020

POLÍTICA
Sexta-feira, 04 de Outubro de 2019, 11h:41

FERROVIA

Concessionária garante terminais em MT e busca renovação de contrato com governo por mais 30 anos

Única News
Da redação

(Foto: Tchélo Figueiredo/SECOM)

O governador Mauro Mendes (DEM) se reuniu, nessa quinta-feira (03), com a diretoria da concessionária Rumo, que é responsável pela ferrovia em Mato Grosso. A concessionária em um contrato firmado até 2028 com o Executivo e já busca uma renovação por mais 30 anos.

Na reunião, os diretores garantiram ao governador, de que o Estado será diretamente beneficiado como o aumento no investimento e expansão da malha, assim que for autorizada a renovação da “Rumo Malha Paulista”.

A Malha Paulista é a concessionária que administra a malha ferroviária em São Paulo, por onde se escoa a produção agrícola e industrial de Mato Grosso. 

O diretor da Rumo, Guilherme Penin, deixou claro que se for fechado o contrato de renovação, terá muitas coisas boas para o Estado. Ele explicou ao governador que a previsão da empresa é, para os próximos cinco anos, com a renovação da “Malha Paulista”, investir R$ 15 bilhões com ampliação e melhorias na malha ferroviária.

Parte desse investimento, segundo o diretor, será destinado para Mato Grosso. O planejamento da empresa é de levar os trilhos da ferrovia para as cidades de Cuiabá, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum. Ao todo, o projeto prevê a construção de três novos terminais para o transporte da produção agrícola e industrial.

Na reunião, os diretores atualizaram o governador de todo o trabalho em andamento, pois Mauro Mendes tem lutado em Brasília pela renovação da Malha Paulista. “Essa é uma defesa de Mato Grosso, pela nossa competitividade nos mercados internacionais, já que a ferrovia escoa a nossa produção até o porto de Santos”, ressaltou.

O governador já participou na capital federal de três reuniões nas quais foram debatidas a importância da renovação. Inclusive, uma das reuniões foi com o relator do processo no Tribunal de Contas da União, ministro Augusto Nardes.

“Essa antecipação da prorrogação dá segurança jurídica para que a concessionária possa investir nas nossas ferrovias, trazendo os trilhos até a nossa Capital e também para as cidades de Lucas do Rio Verde e Nova Mutum”, disse. 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE