Cuiabá, 22 de Fevereiro de 2020

POLÍTICA
Sexta-feira, 14 de Fevereiro de 2020, 17h:36

INAUGURADA HOJE, 14

Deputada diz que Bolsonaro inaugurou apenas 7% da BR-163 e "pegou carona" em obra do PT

Ana Adélia Jácomo
Única News

Foto: (Reprodução/Web)

A deputada federal por Mato Grosso, Rosa Neide (PT), usou suas redes sociais nesta sexta-feira (14) para alfinetar o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em relação à inauguração da pavimentação da BR-163, que liga Cuiabá à cidade de Miritituba, no Pará.

De acordo com a petista, Bolsonaro “pega carona” para inaugurar obras iniciadas pelos ex-presidentes Luis Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT. Indignada, Rosa Neide afirma que os ex-gestores executaram 93% das obras de recuperação da rodovia.

“Bolsonaro executou míseros 7% da obra. A obra de recuperação da BR 163, Cuiabá-Santarém, que Bolsonaro inaugura hoje, como sendo grande feito de sua gestão, verdade seja dita, foi quase totalmente construída nas gestões petistas”.

Segundo ela, os governos do PT fizeram o plano de desenvolvimento sustentável da BR, com 700 quilômetros pavimentados no Estado do Pará e 800 quilômetros em Mato Grosso. A deputada segue afirmando que foram feitas as pavimentações de Rondonópolis até o Posto Gil, e de Cuiabá a Santarém.

“Hoje a gente vê o Estado de Mato Grosso levando seus grãos junto com o Estado do Pará ao Porto de Santarém e fazendo de Mato Grosso o Estado que mais exporta grãos neste país. O governo Bolsonaro, aproveitando o legado dos governos do PT, inaugura 51 quilômetros, terminando este trecho da BR-163”, disse ela.

A inauguração ocorreu na tarde desta sexta-feira (14). A solenidade foi realizada no Marco Zero da rodovia, localizado no Distrito de Cachoeira da Serra, em Altamira (PA).

O Governo Federal investiu R$ 158 milhões para concluir o asfaltamento de 51 km entre Sinop (MT) e os portos de Miritituba (PA). A obra garante o escoamento da safra de grãos que sai do centro do país, sobretudo de Mato Grosso, até os portos do Pará, com destaque para Miritituba, de onde são transportados para os principais centros consumidores em todo o mundo.

Além dos benefícios para a economia da região, a conclusão do asfaltamento muda a realidade de todos que dependem da BR-163/PA. A rodovia vai garantir mais segurança para aproximadamente seis mil caminhoneiros que trafegam por lá diariamente. Eles, até então, passavam dias em atoleiros no trecho crítico em questão, principalmente na época de chuvas.

A obra foi executada por 650 trabalhadores - entre servidores do Dnit, militares do Exército e funcionários de empresas contratadas. A autarquia realizou também serviços de terraplenagem, de pavimentação, de drenagem, de sinalização, além de trabalhos de monitoramento, sempre respeitando as questões ambientais.  


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE