Cuiabá, 15 de Junho de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 13:15 - A | A

24 de Maio de 2024, 13h:15 - A | A

POLÍTICA / DEBATE NAS REDES

Emanuel ironiza declarações de Botelho sobre a Saúde e leva resposta; "Ele sabe, mas não resolve nada"

Fred Moraes
Única News



O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso e pré-candidato à Prefeitura de Cuiabá, Eduardo Botelho (União Brasil), não gostou nada das ironias disparadas pelo atual prefeito do município, Emanuel Pinheiro (MDB), em um vídeo publicado no Instagram. Após ser chamado de “desesperado” e “despreparado”, Botelho respondeu o “ex-amigo” à altura.

Na manhã desta sexta-feira (24), em entrevista ao site Rufando Bombo News, Botelho afirmou que a população não se importa em quem é o responsável por gerir a saúde e sim em ser atendida. Além disso, disse que não precisa ser “entendido” no assunto para saber da calamidade pública na Saúde de Cuiabá.

“Eu não vou ficar debatendo com Emanuel. [As críticas] são os sentimentos do povo e da população. Não precisa estudar preparar para ver as pessoas sofrendo na Saúde. Quem sofre não quer saber se é primária e secundária, ele quer ser atendido é isso que eu penso. Mas, eu não vou ficar debatendo, não quero debater com o prefeito. Eu debaterei o futuro de Cuiabá a partir do ano que vem, o importante é resolver. Não quero mandar recados”, explicou o pré-candidato.

O vídeo gravado por Emanuel mostrou o prefeito reagindo a uma entrevista de Botelho concedida na última quarta-feira (22), na Assembleia Legislativa. Nela, o deputado comentava sobre a Saúde da Capital, citando que os vereadores cuiabanos tiveram as emendas parlamentares impositivas destinadas exclusivamente para a realização de cirurgias eletivas suspensas, por falta de pagamento da prefeitura.

Botelho defendeu que o prefeito cometia irresponsabilidade administrativa, por não pagar as emendas e deixar o povo esperando.

“Cirurgia é para a população, para você diminuir essas filas. Tem gente no pronto socorro que tem 120, 150 dias internados esperando cirurgia. Então não é cabível isso. Tem que resolver logo essas questões”, disse Botelho na ocasião.

Emanuel por sua vez, definiu as falas do parlamentar como “bola fora”, por “desespero de agradar apoiadores”, mostrando um “despreparo”.

“Ê Botelho, que bola fora amigão. De novo? No desespero de agradar não sei a quem, o que você está mostrando é que está bem despreparado para ser candidato a prefeito de Cuiabá. O que você falou não tem nada a ver”, diz Emanuel ao comentar a entrevista concedida por Botelho.

“Você começa o vídeo falando que ‘tem gente há 150 dias esperando lá’. Lá onde Botelho? É paciente? Se é, tem que ter nome, CPF, endereço, que tipo de cirurgia a pessoa está esperando. Você não falou, você divagou. Em outro momento você fala que tem gente há 120, 150 dias esperando por cirurgia eletiva. Se está há 120 dias não é eletiva Botelho. Eletiva é aquela que você faz e volta pra casa no mesmo dia. 120, 150 dias, se fosse verdade, o que não é, seria de alto custo e alto custo é de responsabilidade do estado que Cuiabá vem pagando as internações e muitas vezes paga cirurgia pra não ver nossos irmãos do interior sofrer, isso que denuncio há muito tempo”, finaliza o prefeito.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia