Cuiabá, 15 de Junho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 15 de Abril de 2024, 06:58 - A | A

15 de Abril de 2024, 06h:58 - A | A

POLÍTICA / COMBATE À CRIMINALIDADE

Fábio diz que trabalho do Estado na segurança é em vão devido às leis frouxas do Brasil

Fred Moraes
Única News



O secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia (União Brasil), teceu duras críticas ao sistema judiciário e legislativo do Brasil, por não se “atualizar” mediante ao número crescente da criminalidade no país. Fábio disse que Mato Grosso faz investimentos importantes e históricos na Segurança Pública, mas acaba em vão em razão de “leis frágeis”.  

Por meio de seu Instagram, Fábio disse que se tornou evidente a necessidade do endurecimento das leis, pois o Brasil está passando um sentimento de impunidade.

“O governo vem fazendo investimentos importantes e históricos na Segurança Pública, isso faz com que as nossas forças policiais ajam com mais eficiência nas cidades, mas isso acaba sendo em vão quando se tem leis tão frágeis como as do Brasil. Isso faz com que o sentimento de impunidade cresça, intensificando as ações do crime organizado em nosso estado. Por isso peço a união de todas as instituições no combate ao crime organizado, cito de forma específica o Congresso Nacional e o Poder Judiciário, que são os agentes que podem mudar essa realidade de forma prática, direto na lei”, disse Fábio.

Recentemente, Fábio havia defendido uma proposta de lei apresentada por Margareth Buzetti (PSD), qual garante ao Estado o direito de legislar sobre questões penais de forma autônoma, possibilitando endurecer as leis conforme a necessidade local.  

Nos bastidores, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco teria se comprometido a reunir as proposições apresentadas para apreciação junto às comissões de Segurança Pública e Constituição e Justiça.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia