Cuiabá, 21 de Julho de 2024

POLÍTICA Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 07:40 - A | A

10 de Junho de 2024, 07h:40 - A | A

POLÍTICA / ENTREVISTA NO PÂNICO

Mauro exalta escolas cívico-militares de Mato Grosso: “Naquele ambiente a criança aprende mais”

Fred Moraes
Única News



O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (União Brasil), defendeu durante entrevista na Jovem Pan News, a instauração das escolas cívico-militares no Estado. O atual modelo de ensino está presente em 28 escolas estaduais e até o fim do governo de Mendes deve passar para 50.

Conforme o governador, as escolas cívicas militares possuem a característica de ensino diferente por trazerem de volta a “hierarquia” dentro das salas de aula. Para o chefe do Executivo estadual, nas escolas comuns os alunos perderam respeito pelos educadores por isso implantou o modelo no estado.

“Estamos aumentando o número das escolas cívico-militares em Mato Grosso. O grande segredo das escolas é o respeito, os valores e disciplina. Não temos ideologia, o aluno chega lá e ouve: sim senhor e não senhor. Tem que obedecer, fazer tarefa e respeitar o coleguinha. Naquele ambiente correto a criança aprende mais, desempenha melhor e se torna um aluno e cidadão melhor. Estamos perdendo o respeito entre os cidadãos”, apontou Mauro.

Em março deste ano, o governador publicou o decreto que regulamenta a Lei nº 12.388 de 2024 de implantação do Programa Escolas Estaduais Cívico-Militares. O decreto define critérios para a ampliação do número de escolas militares na rede estadual de ensino no Estado.

A criação de novas unidades seguirá critérios estabelecidos pela Seduc, considerando as demandas locais e regionais. Atualmente, há 23 escolas estaduais sob gestão da Polícia Militar e outras quatro sob gestão do Corpo de Bombeiros Militar, além de uma unidade cívico-militar efetivada em 2021, em Cáceres.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia