Cuiabá, 22 de Maio de 2024

RADAR NEWS Segunda-feira, 22 de Maio de 2017, 12:31 - A | A

22 de Maio de 2017, 12h:31 - A | A

RADAR NEWS / LIGANDO FRONTEIRAS

AL, Senado e Dnit assinam ordem de serviço para obras na BR-174

Da Redação



(Foto: AL-MT)

AL-MT-Senado e dnit.JPG

 

Foi assinado neste final de semana, uma ordem de serviço - em audiência pública -,  para obras de manutenção, conservação e restauração de 240 km da BR-174 entre Juína (MT) e a divisa com Rondônia.  O documento foi assinado pela Comissão de Infraestrutura de Transportes da Assembleia Legislativa, em conjunto com a Comissão de Infraestrutura do Senado Federal com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

 

No ato, o Dnit também liberou recursos para a manutenção e restauração do trecho de 280 km entre Castanheira e Colniza. Quatro equipes começam o trabalho agora em junho.

 

De acordo com o senador Wellington Fagundes (PR-MT), a integração entre Rondônia e Mato Grosso é de fundamental importância para o escoamento da produção agrícola e a promoção do desenvolvimento econômico e social da região. 

 

O trecho ainda não conta com asfalto, mas o Dnit já realiza Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental – passo necessário para uma possível pavimentação da rodovia, considerada uma das mais importantes para o escoamento da produção agrícola do noroeste de Mato Grosso.

 

De acordo com o deputado federal Ságuas Moraes (PT), a bancada federal indicou emenda para a obra, em 2015, no valor de R$ 150 milhões. Contudo, os trabalhos não tiveram início por que o governo do Estado não conseguiu concluir as liberações de licenças ambientais.

 

“Foi assinado um convênio do DNIT com governo do Estado ainda na gestão passada. O DNIT e os parlamentares federais repassariam os recursos e o governo do Estado conseguiria as licenças e faria as obras. Agora, com essa força tarefa, com todas as esferas envolvidas e trabalhando, vamos concluir”, reforçou o parlamentar.

 

O deputado estadual, Oscar Bezerra (PSB), considera a BR-174 como uma das mais importantes para o escoamento da produção agrícola do noroeste de Mato Grosso. Ele defendeu a urgência em viabilizar a licenças necessárias para o início do asfaltamento.

 

“A região toda só tem a ganhar com essa obra. Se você for considerar o quanto já desenvolveu nesses últimos anos, imagine como poderá desenvolver com essa estrada asfaltada”, disse Oscar.

 

O secretário de Infraestrutura de Mato Grosso, Marcelo Duarte, confirmou o interesse do governo em viabilizar a pavimentação de dois trechos da BR-174: entre Juína e a divisa com Rondônia e entre Castanheira e Colniza. Neste último caso, o governo mantém convênio com o Dnit para a pavimentação. O trecho, de 280 km, está dividido em seis lotes – quatro deles já estão em fase de projeto, que devem ser entregues, segundo previsão do secretário, até o final do ano.

 

Lideranças indígenas que também participaram da audiência consideraram fundamental serem ouvidos em todas as fases do projeto de pavimentação dos dois trechos da rodovia. Os deputados Silvano Amaral (PMDB) e Pedro Satélite (PSD) também participaram das discussões em Juína. 

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia