Cuiabá, 19 de Maio de 2024

SAÚDE E BEM ESTAR Sábado, 01 de Julho de 2017, 14:30 - A | A

01 de Julho de 2017, 14h:30 - A | A

SAÚDE E BEM ESTAR / BUMBUM E PANTURRILHA

Bruno Zimmermann fala sobre técnicas que dão contorno posterior ao corpo

Segundo o cirurgião, o contorno posterior vai depender da harmonia bumbum e panturrilhas; cirurgias para esta harmonização têm aumentado cada vez mais

Da Redação



sorteios-semanais-clinilive-facebook_internet.jpg

 

Bumbuns e panturrilhas perfeitas são o sonho de muitas mulheres, no entanto nem sempre os resultados são alcançados em academia. Neste caso, as cirurgias plásticas são as nossas grandes aliadas. O cirurgião Bruno Zimmermann explica que o contorno posterior do corpo depende muito da harmonia  entre glúteo e panturrilhas. Segundo ele, para conseguir tal harmonia, alguns procedimentos cirúrgicos estão aumentando muito a demanda nos últimos anos. Um exemplo são as próteses de glúteo e panturrilhas. 

No caso da prótese de glúteo, Zimmermann explica que é indicada para os pacientes com nádegas pequenas ou que após emagrecimento tiveram grande redução do volume sem que houvesse ptose importante (queda do bumbum).

 

O procedimento é realizado através da colocação de uma prótese de gel de silicone dentro do músculo glúteo maior. Bruno afirma que a cirurgia é feita sob anestesia peridural e sedação, e demora entre 1h30 a 2 horas e é feita com uma incisão entre o sacro e o cóccix (parte de cima do bumbum) ou na prega glútea. O cirurgião deverá introduzir a prótese através de uma abertura entre 5 e 7 cm moldando-a conforme a necessidade. A cicatriz fica escondida no sulco glúteo (prega entre as nádegas) e de difícil percepção.

 

 

 “Há vários tipos e modelos de próteses de glúteo, cada uma com uma indicação dependendo do tipo de nádegas da paciente. As próteses de glúteo podem variar de perfil e de envoltório”, diz.

 

 

O cirurgião explica que o perfil (forma) pode ser redondo ou anatômico, conforme a projeção da prótese. O conteúdo é de gel de silicone de alta coesividade. O envoltório da prótese também pode variar, sendo texturizado ou liso. Segundo ele, a prótese de glúteo é projetada para receber pressão (quando paciente senta, corre, deita etc.), sendo mais resistente e espessa que a prótese de mama. 

 

“A escolha da prótese de glúteo ideal será feita na consulta médica, quando o cirurgião examinará a paciente e escolherá a melhor prótese para produzir um melhor resultado para o aumento da região glútea, que em cada paciente é diferente”, ressalta. 

 

Bruno Zimmermann diz ainda que o pós-operatório da gluteoplastia de aumento com prótese costuma ser um pouco doloroso nas primeiras 48 horas, quando são utilizados analgésico e antiinflamatórios para amenizar o desconforto. Portanto, deve-se evitar deitar de costas por 21 dias. O dreno é retirado geralmente no segundo ou terceiro dia pós-operatório. A atividade física pode ser reiniciada após quatro meses da cirurgia, de forma lenta e gradual.

 

“O resultado quanto à forma já é bastante evidente no pós-operatório. Durante os primeiros dois meses há a redução do edema (inchaço) e a cicatrização ganha força. Como toda cirurgia plástica, o resultado definitivo da gluteoplastia de aumento se dá após os 6 meses, devido ao amadurecimento da cicatriz”, afiança.

 

 

panturrilha

 

Prótese de Panturrilha

 

 

A prótese de panturrilha segundo Bruno Zimmermann é indicada para pacientes que apresentam pouca projeção na região da panturrilha, mais conhecida como “batata da perna”. Ao aumentar o volume desta região, torna-se mais harmônico o contorno das pernas, em relação às coxas. O tamanho das panturrilhas tem muitas características genéticas, sendo muito difícil sua hipertrofia mesmo que malhando bastante. “Está sendo muito usada hoje em dia por frequentadores de academia para maior harmonia com o resto do corpo”, diz.

 

 

A projeção produzida pela prótese de panturrilha é posterior e lateral, ou seja, a “batata da perna” terá seu volume aumentado para trás da tíbia (canela) e para o meio, reduzindo o espaço entre as duas pernas, harmonizando-as. 

 

 

IMG_5766_internet.jpg

 

Técnica Cirúrgica

 

1) A incisão (cicatriz) é na dobra posterior do joelho. 

2) Abre-se a fáscia muscular (capa que envolve o músculo). 

3) Coloca-se a prótese entre a fáscia e o músculo. 

4) Costura-se a fáscia e a pele. 

 

 

O cirurgião plástico explica que no pós-operatório deve-se evitar andar muito e subir escadas. É comum um pouco de dor nas primeiras 48 horas, que pode ser controlada com anti-inflamatórios e analgésicos. “O resultado definitivo de qualquer cirurgia plástica ocorre depois de 6 meses, devido ao amadurecimento da cicatriz. Porém, com dois meses a forma já estará praticamente finalizada”, afirma.

 

 

Bruno Zimmermann

Bruno Zimmermann é cirurgião plástico e atende na Clínica Frémissant, na Rua Baurus, lote 06, quadra 03, condomínio Alphaville, bairro Jardim Itália. Telefone para contato (65) 3653-6320 ou 3653-3361.

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia