Cuiabá, 14 de Junho de 2024

SAÚDE E BEM ESTAR Sexta-feira, 29 de Março de 2024, 14:21 - A | A

29 de Março de 2024, 14h:21 - A | A

SAÚDE E BEM ESTAR / "E AÍ, QUANDO VEM O BEBÊ?"

Os desafios das mulheres que querem engravidar e não conseguem

Paula Paiva Paulo
DO G1



“E aí, quando vem o bebê?”. Por trás de uma resposta evasiva a essa pergunta, algumas mulheres acumulam testes negativos de gravidez, vergonha, ansiedade e frustrações com as tentativas sem sucesso de engravidar.

O g1 conversou com as chamadas tentantes – mulheres que estão tentando ter filhos. Em alguns casos, a dificuldade tem uma causa diagnosticada, que pode ser tanto na mulher como no homem, ou em ambos.

Em outros, mesmo após uma bateria de exames, não há nada que evidencie o motivo do insucesso. Depois de concluída a investigação do casal e não encontrada qualquer causa que poderia afetar a fertilidade, a medicina chama o caso de Infertilidade Sem Causa Aparente (Isca).

Quando procurar ajuda médica?
Segundo a ginecologista especialista em reprodução humana e membro do Conselho Consultivo da Associação Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA), Maria do Carmo Borges de Souza, o momento de procurar ajuda médica depende da idade da mulher.

> Em mulheres de até 35 anos, o casal deve procurar auxílio médico após um ano de tentativas.

> Já em mulheres de 35 a 38 anos, após seis meses de tentativas.

> Para mulheres de 39 anos ou mais, a orientação é procurar ajuda médica assim que houver a decisão de engravidar.

Isso porque para as mulheres com mais de 35 anos não há tempo a perder. “A idade da mulher é um marco importante porque o óvulo da mulher tem a idade dela”, explica a ginecologista.

CONTINUE LENDO

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia