Cuiabá, 21 de Janeiro de 2021

SOCIAL
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020, 08h:00

SUCESSO!

“Se eu não fizer por mim, quem vai fazer”, constata, acrescentando: “legal é que os desafios me movem”. Quer saber? Já conto!

Por Tamires José/Única News

LIMAO FOTO 01.jpg

Ana Carolina de França, da Renda Café Lingerie e Feminices.

 

No Dia do Empreendedorismo Feminino, comemorado em 19 de novembro, o Sebrae promoveu evento on-line com palestras e rodadas de conversas virtuais para discutir temas contemporâneos que envolveram as mulheres no mundo dos negócios, como: liderança, equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, inovação, maternidade, participação em redes, crenças limitantes, transformação digital, entre outros. Foi um sucesso!

MULHERES INCRÍVEIS

Olha que interessante, as mulheres representam 34,3% dos donos de negócio do país e em Mato Grosso, elas são donas de 31% das empresas ativas no Estado, segundo dados de levantamento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), baseado em dados da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílio (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

MICRO IMPREENDEDORA

Ao abrir sua empresa – Renda Café Lingerie e Feminices – Ana Carolina de França, 33, formalizou uma atividade que já desenvolvia há quatro anos, paralela ao trabalho numa agência de publicidade em Cuiabá.

INVESTIR NO PRÓPRIO NEGÓCIO

Ela conta que deixar o salário e todos os benefícios que recebia para empreender não foi tarefa fácil, mas precisava sair da acomodação e fazer alguma coisa para ela mesma, tocar o próprio negócio.

PESQUISA

Segundo dados da pesquisa, as mulheres donas de negócios têm maior escolaridade que os homens (16% maior) e também um nível de formalização maior que o dos homens - 31% possuem CNPJ, enquanto no grupo dos homens, apenas 29% são formalizados.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE