Cuiabá, 22 de Setembro de 2020

VARIEDADES
Quinta-feira, 06 de Agosto de 2020, 09h:46

CANTORA

Anitta se revolta novamente contra possível mudança nos direitos autorais

"Pensaram 'vamos deixar esquecer', comigo não", declarou a cantora, que defendeu a cobrança de músicas tocadas em restaurantes, hotéis, elevadores, entre outros lugares

Revista QUEM

(Foto: Reprodução/Instagram)

Anitta parou um pouco suas férias na Croácia para falar sobre a proposta para mudar a lei de direitos autorais que voltou a ser discutida no Senado. Em maio, após pressão da cantora, entre outros artistas, o deputado federal  responsável, Felipe Carreras (PSB-SP), chegou a retirar a emenda, mas nesta quarta-feira (5), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou um acordo entre os líderes para que o assunto volte a ser analisado na próxima semana com a votação de um projeto de lei sobre o tema.

"Lembram que eu vim aqui falar com vocês, que estavam agindo super de má-fé, querendo tirar parte dos direitos autorais dos artistas, compositores, pessoas que trabalham com música, etc? Chamei o deputado responsável que fez, o relator da proposta [Carreras], naquele momento para debater no Instagram, a gente conseguiu, com toda a repercussão, cair com a situação. Porém isso, foi momentâneo, voltaram com essa história. Eu queria dizer que não interessa que estou longe, me ligaram, acordei às 3h40 da manhã e eu paro tudo que estiver fazendo. Voltaram com essa proposta, com um novo relator. Parece que pensaram: 'vamos deixar o povo esquecer, dar uma respirada, esperar o melhor momento'. Pois bem. Não tem melhor momento, comigo não tem", se revoltou Anitta.

 

A cantora ainda rebateu as críticas de que só se pronuncia quando o assunto é de seu interesse e que ela "já está rica fazendo shows", por isso, não precisaria entrar na discussão de cobrança de direitos autorais. "Quando você vê um artista de 50 anos atrás, que sustenta toda sua família ainda com músicas que seguem tocando, sucessos de nosso país, eles está aposentado e vive desse dinheiro. E também não são artistas que vocês veem na frente dos palcos. A maioria é de pessoas que trabalham por trás das cortinas, os produtores musicais, compositores. Muita gente vive disso. [...] Eu faço o show, ok. E quando eu precisar me aposentar? E artistas que estão aposentados hoje? E pessoas que não fazem show e ganham só pelas suas composições?", declarou.

Uma das entidades que apoiam a mudança na legislação de direitos autorais é a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis. "Se música não importa, se não tem valor, tira a música de seu evento, de seu hotel, de seu elevador, de seu restaurante, bar. Se não é relevante o suficiente para você pagar o trabalho da pessoa que está dedicando toda sua vida para escrever músicas para entreter o público, se esse serviço realmente não tem o valor que essas pessoas dizendo, então tira. Experimenta. Aí, você vai entender a importância da música", esbravejou Anitta.

 

 

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE