Cuiabá, 14 de Junho de 2024

VARIEDADES Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2024, 14:22 - A | A

19 de Fevereiro de 2024, 14h:22 - A | A

VARIEDADES / DESISTIU DO BBB 24

'É como se minha mente rompesse com a realidade', diz Vanessa Lopes

Ao 'Fantástico', influencer concedeu sua primeira entrevista após deixar a competição

Revista Quem
Única News



A influencer Vanessa Lopes, de 22 anos de idade, apertou o botão de desistência no BBB 24 no dia 19 de janeiro e agora, um mês após deixar a competição, ela deu uma entrevista ao Fantástico, que foi ao ar neste domingo (18).

Vanessa contou que, depois de sair do reality, buscou ajuda médica e vem cuidando da saúde, ao lado da família e dos amigos.

"Eu continuo achando que a decisão foi um alívio, eu continuo muito feliz. Obviamente que eu queria viver muito aquela oportunidade, porque é uma oportunidade única, é uma oportunidade que maioria das pessoas deseja. Mas que eu não tava bem para viver aquilo. Então eu prefiro estar em casa, com os cuidados médicos, tomando meus remédios e com a minha família e meus amigos do que realmente estar da forma que eu tava lá", conta a influencer.

"Segundo meu psiquiatra, eu tive um quadro psicótico agudo que é como se a minha mente rompesse com a realidade. É como se eu já não entendesse mais o que é a imaginação da minha cabeça e o que é real. Isso aconteceu pelo estresse, pela falta de sono, pela ansiedade, medo do que tava acontecendo lá fora no programa, medo que tava acontecendo dentro do programa", diz a ex-sister, que explicou pela primeira vez o que passou no período conturbado na casa. "Criei várias fanfics na minha cabeça, a todo momento, eu dizia: 'Olha, pode ser que seja real isso que eu queria na minha cabeça ou não'".

Vanessa começou tratamento psiquiátrico e o médico que acompanha explica que o que aconteceu com ela dentro do BBB poderia ocorrer com qualquer pessoa, mesmo sem histórico de doença mental.

"Nós chamamos de quadro psicótico agudo aqueles quadros em que a pessoa vem dentro da característica de um funcionamento normal e repentinamente ela rompe com a realidade e passa a viver uma realidade paralela. Não precisa ter história nenhuma pregressa pra poder fazer esse diagnóstico e o futuro vai depender totalmente do que você faz agora no presente com a presença da doença. O quanto mais cedo você intervém, mais cedo você tem um melhor resultado e um melhor prognóstico", diz Antônio Geraldo da Silva, presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria.

Vanessa ainda disse que acredita que seu trabalho como influencer teve relação com o quadro psicótico agudo. "Com certeza eu acho que tem relação. Medo do julgamento, medo do que as pessoas vão achar da gente, foi o que mais me pegou naquele momento. Tudo que eu já vivenciei com a internet, todas as opiniões e julgamentos que as pessoas tiveram sobre mim, com certeza foram dores minhas que vieram à tona lá dentro, isso eu não tenho dúvida", completa ela, que está afastada das redes sociais e se reconectando com amigas, inclusive voltando a praticar vôlei.

"Eu acho que duas palavras que me definem são alívio e medo. Alívio porque eu tenho uma base familiar e amigos que me apoiam muito e estão me apoiando muito nesse tempo, fazendo atividades físicas, e medo pelo julgamento. Às vezes acho que a minha geração é uma geração muito da correria. É uma geração muito do 'ai tem que fazer aquilo, tem que fazer aquilo', mas a gente primeiro para fazer algo, a gente tem que se cuidar", finaliza.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia