Cuiabá, 04 de Dezembro de 2020

VARIEDADES
Quinta-feira, 08 de Outubro de 2020, 09h:35

ATIVISTA

Luisa Mell se emociona ao procurar animais no Pantanal devastado pelo fogo

Apresentadora e ativista foi em busca de animais machucados que estão vulneráveis após onda de incêndios

Revista QUEM

(Foto: Reprodução/Instagram)

Luisa Mell visitou uma das regiões do Pantanal devastadas pelo fogo e pediu ajuda. Em seu Instagram, nesta quarta-feira (7), a apresentadora e ativista, fundadora do Instituto Luisa Mell, fez busca por animais machucados e em estado vulnerável por conta dos incêndios.

"Um pedido de socorro ao povo brasileiro", disse ela, ao publicar um dos vídeos. Nos registros, ela e a equipe, com ajuda da Associação Mata Ciliar, encontrou o que seriam patas de onças que fugiram do fogo.

"Vamos monitorar toda a região com ajuda da Mata Ciliar e com aplicativo a gente está calculando quanto animais tem. Vamos entrar na mata, monitorar animais e ver se tem algum ferido. Pessoal do exército vai junto com a gente", começou ela.

 

"Achamos pegadas e precisamos ver se ela [onça] está bem. Vamos colocar câmera pra monitorar se ela está machucada, ver tamanho do machucado, se é melhor medicar aqui ou se precisa de um resgate", completou.

"É um longo, cansativo e difícil trabalho. Faz semanas que estou aqui vendo só destruição, morte, dor, e os próximos anos serão muito difíceis já que, por conta do aquecimento global, os incêndios florestais serão ainda mais desvastadores. Mesmo diante desse cenário, o governo federal resolveu diminuir a verba para combates a incêndios florestais. Vai ser 37% menor do que o do último ano do governo Temer", desabafou Luisa.

"O fogo não poupa ninguém, nem direita, nem esquerda, nem rico, nem pobre. Eu imploro que vocês me ajudem. Simplesmente quero salvar o planeta. Me ajudem!", ainda disse ela, emocionada.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE