Cuiabá, 19 de Maio de 2024

VOLTA AO MUNDO Quarta-feira, 11 de Outubro de 2017, 11:26 - A | A

11 de Outubro de 2017, 11h:26 - A | A

VOLTA AO MUNDO / FESTIVIDADE

Doria diz que Carnaval de rua vai deixar Vila Madalena

G1



(Foto: Reprodução)

carnaval1.jpg

 

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou em entrevista à Rádio Trianon, nesta terça-feira (10), que o Carnaval de rua da capital paulista vai deixar de vez a região da Vila Madalena, na Zona Oeste da cidade. A folia já tem novo endereço definido: a Avenida 23 de Maio. “A Vila já deu o que tinha que dar”, disse o tucano.

 

“Nós não teremos Carnaval de rua na Vila Madalena. Quero deixar bem claro isso. A Vila já deu o que tinha que dar. Ou seja, ela se tornou pequena para o tamanho, para a dimensão que ganhou o carnaval de São Paulo”, anunciou.

 

De acordo com Doria, a decisão foi tomada porque o bairro boêmio da Zona Oeste já não tem “condições físicas, nem de segurança, nem de respeito aos moradores que ali residem para manter o Carnaval”. “Nós tivemos 1,7 milhão de pessoas nos carnavais de rua aqui em São Paulo. Um número estrondoso. Não há condição realmente”, completou.

 

O tucano citou até a formação geográfica das ruas da Vila Madalena como um empecilho para a continuidade da folia por lá. Segundo ele, as “ruas estreitas, tortuosas, altas e baixas” não têm capacidade de abrigar um “volume tão grande de público”.

 

Doria afirmou que Carnaval de rua paulistano vai passar, então, a ser realizado na Avenida 23 de Maio. “Onde há amplitude, beleza e uma capacidade de absorção de público”, justificou. O prefeito já definiu até qual será o trajeto dos blocos: “O sentido será sempre Centro-bairro, com a dispersão em frente ao Parque do Ibirapuera”.

 

"Eu diria que é uma emoção até, você descer a 23, começando na Praça da Bandeira e terminando no Parque do Ibirapuera. É algo contagiante", vislumbrou o tucano. Para a Doria, a mudança "vai aumentar ainda mais o número de pessoas que irão às ruas". Ele espera que, agora, o público possa bater a marca dos 2 milhões em 2018.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia