Cuiabá, 26 de Janeiro de 2021

VOLTA AO MUNDO
Terça-feira, 01 de Dezembro de 2020, 08h:23

FRIAMENTE

Jovem de 21 anos dopa e mata idoso com fio de antena após relação sexual

O DIA

Reprodução Facebook

Uma jovem de 21 anos foi presa, apontada como mentora do assassinato de um homem de 69 anos, no Distrito Federal, na última quinta-feira. Sthefany Virginia Inácio Rodrigues era garota de programa e atendia Ricardo Flávio dos Santos há pelo menos dois anos. As informações são do portal Metrópoles.

Stephany contou com a ajuda de dois homens - um deles era agente de trânsito do Departamento de Estradas de Rodagens (DER-DF) -, que o assassinaram com o fio de uma antena de TV após uma tentativa frustrada de roubar R$ 35 mil da vítima. Segundo investigações da Polícia Civil, o crime foi planejado depois que ela descobriu que ele receberia essa quantia, referente ao seguro de seu carro.

“Ela era uma psicopata, com diagnóstico clínico e tomava antipsicóticos poderosos. Essa foi uma das raras ocasiões em que me impressionei na polícia, ao ver como funciona a mente de um psicopata. Eles são extremamente hábeis em manipular pessoas e não têm nenhuma empatia ou respeito pela vida humana”, contou o delegado da Polícia Cividl do DF, Isac Azevedo, ao portal.

No dia seguinte ao crime, a jovem compartilhou um meme em sua página de Facebook: “Fico só imaginando a desgraça que seria se eu andasse armada”.

O crime

Stephany atraiu a vítima para a sua casa e teve relações sexuais com ele, e o dopou misturando Rivotril em sua bebida. Ainda segundo as investigações, o trio passou a tarde tentando transferir o dinheiro da conta de Ricardo, mas foi impedido pelo sistema de segurança do banco, que exigia o uso de digitais para movimentar aquela quantia.

Eles fizeram inúmeras compras com o cartão de débito de Ricardo, e depois o assassinaram com o fio da antena da TV. Agentes se dirigiram à residência e flagraram a jovem de 21 anos chegando até lá com um galão de 5 litros de gasolina, que seria utilizado para queimar o corpo da vítima.

“Recebemos a informação de um possível homicídio e passamos a monitorar. Pegamos todos já com a ideia de ir até Águas Lindas e se livrar do corpo lá. Tinha até o galão com gasolina”, contou o delegado-chefe da 19ª DP Gustavo Augusto ao portal Metrópoles.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE