Cuiabá, 24 de Agosto de 2019

CIDADES
Quarta-feira, 26 de Junho de 2019, 11h:51

AOS 42 ANOS

Elefanta Guida, resgatada de circo, morre no santuário em Chapada dos Guimarães

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Reprodução/Facebook)

Uma das três elefantas que vivem no Santuário de Elefantes, em Chapada dos Guimarães (a 65 km de Cuiabá), a "Guida", morreu silenciosamente, na noite de segunda-feira (24). Segundo uma publicação do Santuário, no Facebook , ela foi encontrada perdida na mata pelos cuidadores e estava confusa.

"Guida faleceu ontem à noite. Nossa grandona, nossa agradecida Guida, que deveria viver para sempre, aparentemente tinha outros planos", disse trecho da publicação.

Segundo informações do santuário, as causas da morte são desconhecidas. Ela foi encontrada em uma trilha estreita e não conseguia levantar a pata para a frente da outra.

(Foto: Reprodução/Facebook)

Santuário elefantes

 

"Seu corpo parecia exausto, suas pernas entortavam ligeiramente de vez em quando. Usamos a retroescavadeira para ajudá-la a sair, quando percebemos que não conseguiria sozinha", explicou um dos cuidadores.

Uma retroescavadeira foi usada na trilha para ajudar Guida a sair, mas ela não aguentou por muito tempo e acabou deitando em um monte de areia para descansar.

Foi dado a Guida soro intravenoso, além de outra medicação, e foram retiradas amostras de sangue para saber o que estava ocorrendo. Mas, depois de algum tempo, sua respiração começou a oscilar, quando não conseguiu mais e morreu.

(Foto: Reprodução/Facebook)

Santuário elefantes

 

Guida, juntamente com Maia, chegou em outubro de 2016. Foram as primeiras a chegarem no santuário em Mato Grosso. Elas eram mantidas em cativeiro como atrações de circo na Ásia e foram resgatadas. Atualmente, uma terceira elefanta, a Rana, divide o espaço no santuário.

Segundo os cuidadores, assim que Guida morreu, sua melhor amiga Maia chegou perto e a cheirou. "É devastador olhar para Maia e saber que ela perdeu sua melhor amiga, somente após alguns anos de tê-la realmente encontrado. [...] Maia está ao seu lado. Ela caminhou até Guida e inicialmente manteve sua tromba distante, cheirando-a vagarosamente e depois a afastando. Maia ficou quieta, mas também desorientada", cita trecho da publicação.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE