Cuiabá, 17 de Julho de 2019

POLÍCIA
Terça-feira, 18 de Junho de 2019, 17h:20

ESQUEMA NA PCE

Corregedoria da PM acompanha inquérito da prisão de policiais

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Divulgação)

A Corregedoria da Polícia Militar emitiu uma nota informando que está acompanhado a prisão dos três policiais militares da Rotam, Cleber de Souza Ferreira, Ricardo de Souza Carvalhaes e Denizel Moreira dos Santos Júnior, na manhã desta terça-feira (18), durante a Operação Assepsia, na Penitenciária Central do Estado (PCE). 

Os três e mais dois diretores da unidade prisional, Revétrio Francisco da Costa e Reginal Alves dos Santos, estão envolvidos em um esquema que facilita a entrada de celulares na penitenciária. Um dos casos foi a apreensão de 86 celulares apreendidos, no dia 6 deste mês, que estavam escondidos no fundo falso de um frezeer na unidade. 

Corregedores acompanharam pessoalmente a operação e já estão com a cópia do inquérito instaurado pela Polícia Judiciária Civil. Informaram ainda que toda a documentação reunida no inquérito, passará por análise da Corregedoria para que a instituição possa instaurar inquérito com procedimento legal.

Na tarde desta terça-feira, os diretores e policiais passaram por audiência custódia no Fórum de Cuiabá e juíza Ana Cristina Silva Mendes manteve a prisão preventiva deles. 

O delegado da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Frederico Ferdinando Murta, informou que segundo investigações, a relação entre o diretor, subdiretor e policiais, é antiga, mas não é possível dizer o tempo exato.

As 15 ordens judiciais são pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá, e foram expedidas depois de representação dos delegados e manifestação favorável do Ministério Público Estado, via o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE