Cuiabá, 23 de Janeiro de 2021

CIDADES
Sábado, 21 de Julho de 2018, 09h:35

CUMPRIU O TAC

Justiça autoriza banho na Salgadeira após governo cumprir exigências

Da Redação

(Foto: Gcom)

Salgadeira (18).jpg

 

O juiz da Vara Especializada do Meio Ambiente, Rodrigo Roberto Curvo, homologou um aditivo autorizando o banho gratuito na cachoeira do Complexo Turístico da Salgadeira. A publicação foi divulgada no final da tarde dessa sexta-feira (20), pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, após o Ministério Público Estadual informar que o governo cumpriu algumas exigências do Termo de Ajustamento de Conduta que incluía a realização de estudos para garantir a segurança dos turistas e a integridade da vegetação da área.

 
“Diante do exposto, homologo, para que produza seus jurídicos e legais efeitos, o aditivo acostado, bem como o cumprimento dos itens 2.1 e 2.5.1 do termo aditivo, formulados pelo Estado de Mato Grosso e pelo MPE”, diz a decisão.

 

No entanto, apenas 45 pessoas serão liberadas, por hora, para tomar banho no rio e cachoeira e o monitoramento será por meio de pulseiras com cor especifica para cada hora.

 

Outras duas áreas estão abertas para banho além da cachoeira.

 

O complexo foi reinaugurado no último dia 30 de junho, após ter ficado oito anos fechado para reforma.

 

Apresentação de documentos



Ainda essa semana, foi apresentado para o MPE documentos e diálogos por parte de membros do governo, sobre a carta recomendatória emitida pelo promotor Célio Joubert Fúrio no começo de julho que solicitou a suspensão do contrato de concessão da Salgadeira por não concordar com o valor de R$ 12 mil ao mês cobrados da empresa vencedora da licitação.

 

Porém, o secretário da Sedec, Leopoldo Mendonça, explicou que o parecer da auditoria do Tribunal de Contas foi apresentado, mostrando a metodologia para definição do valor.  

A Salgadeira



A revitalização da Salgadeira vai receber o nome de Ramis Bucair, um dos grandes desbravadores de Mato Grosso. O projeto ainda vai para a Assembleia Legislativa, mas o filho de de Ramis participou da inauguração, já dando como certa a escolha do gestor tucano.

 

A Salgadeira passou por uma ampla reforma após a formalização de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado entre o Governo de Mato Grosso e o Ministério Púbico Estadual com homologação do poder Judiciário, no ano passado.

 

Por meio das secretarias das Cidades, Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Sedec) - adjunta de Turismo, o investimento foi de R$ 12,6 milhões e a obra foi executada pela empresa Concremax Engenharia Ltda.

 

Para o secretário de Meio Ambiente, André Baby, a reinauguração da Salgadeira envolveu um estudo econômico, cultural e ambiental. Tendo sido, criteriosamente, levado em consideração o carinho da população pelo local, que é considerado um dos principais pontos turísticos do Estado.

 

Agora, o complexo passa a contar com um restaurante amplo, um minimuseu, uma loja de souvenir, um posto policial, um mini auditório, área administrativa, playground, paisagismo e duas guaritas.

 

A novidade do projeto está na construção de uma estação de tratamento de esgoto, 24 postes de oito metros de altura, com lâmpadas de LED movidas à energia solar e a implantação de 540 metros de trilhas metálica, por onde os visitantes irão andar durante o passeio para evitar o contato com o solo e, consequentemente, sua depredação.

 

O local também tem mirantes, rampas e portas que permitem acesso de pessoas com deficiência. Além de estacionamento com 100 vagas para veículos, sendo cinco para ônibus, 84 para carros, além de 10 reservadas ao administrativo do complexo.

 

Foto: (reprodução)

SALGADEIRA

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE