Cuiabá, 21 de Julho de 2024

POLÍCIA Terça-feira, 28 de Março de 2017, 15:21 - A | A

28 de Março de 2017, 15h:21 - A | A

POLÍCIA / FAMÍLIA DESESPERADA

Estudante de engenharia desaparece após sair de campus da UFMT em Cuiabá

Irmã afirmou que jovem não tem envolvimentos com drogas e nunca antes dormiu fora de casa, sem avisar

Karollen Nadeska / Única News



 

 

(Foto: Reprodução)

 

O estudante de engenharia elétrica da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Nerivaldo da Silva Amorim Filho, de 22 anos, desapareceu após sair do campus em Cuiabá, no final da tarde desta segunda-feira (27).

 

 

Ao Única News, a irmã Camila Amorim, disse que ele manteve contato pela última vez às 16h, quando teria comunicado com a namorada avisando que estava retornando para casa. No entanto, o celular está desligado e nenhuma informação sobre o paradeiro dele foi obtida.

 

 

Ele saiu de casa meio dia para a faculdade e levou apenas a mochila, e deixou o caderno. Depois o último contato foi com a namorada às quatro da tarde. Desde então, ele não deu mais notícias e minha mãe até registrou boletim de ocorrência”, relatou.

 

 

Ainda de acordo com a irmã, a família está muito preocupadíssima com Nerivaldo, que não costuma sair sem avisar, tampouco estaria envolvido com entorpecentes.

 

 

Minha mãe está bastante abalada com a situação e meu irmão não tinha envolvimento com nenhum tipo de crime, nem fazia uso de drogas nem nada”, disse Camila.

 

 

De posse das informações, o setor de desaparecidos da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), foi comunicado e deve entrar em diligência à procura do rapaz.

 

 

Até o fechamento desta edição, ele não havia sido encontrado.  Quem tiver qualquer pista sobre Nerivaldo, entrar em contato nos telefones (65) 3666-2077 ou (65) 99902-5530.

 

 

Outro caso

 

 

No domingo (19), uma adolescente de 13 anos também foi dada como desaparecida. Segundo a família, a garota foi vista pela última vez no Bairro Jardim Eldorado em Várzea Grande – região metropolitana, onde mora a mãe.

 

 

A suspeita é que não quisesse voltar morar com o pai em Campo Grande (MS) e decidiu fugir de casa, aproveitando que estaria passando as férias com a mãe. Dias depois, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) desbloqueou o celular e conseguiu verificar a última mensagem enviada.

 

 

Com base nisso, a polícia checou o endereço e posteriormente localizou a menor, que por sua vez foi entregue para a mãe sob responsabilidade do Conselho Tutelar.

 

 

Leia também - http://unicanews.com.br/policia/familia-procura-adolescente-de-13-anos-desaparecida-desde-ultimo-domingo/11131

 

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3