Cuiabá, 13 de Julho de 2024

POLÍCIA Domingo, 18 de Novembro de 2018, 11:02 - A | A

18 de Novembro de 2018, 11h:02 - A | A

POLÍCIA / AINDA SOB INVESTIGAÇÃO

Família de radialista é encontrada, colocando fim a suposto desaparecimento

Marisa Batalha



(Foto: Ilustração)

bia-.jpg

 

Foi encontrada a radialista Bia Calai que trabalha na rádio 93 FM, em Sinop (a 500 km ao Norte de Cuiabá), que supostamente estaria desaparecida junto com o marido, Maurício Amorim e duas filhas de 3 e 4 anos, desde as 10:30 horas de sábado (17), no município de Sinop. A família foi localizada em Colíder.

 

A radialista e sua família teriam ido passear e não avisaram ninguém. O caso mobilizou desde ontem uma força-tarefa das polícias Civil e Militar, além de familiares e amigos.  

 

A informação de que Bia Calai teria desaparecido junto com a família foi disseminada por meio dos grupos de jornalistas do aplicativo WhastApp.

 

O jornalista Joel Teixeira administrador de um dos grupos jornalísticos, na área policial, chegou a se posicionar, surpreso com o desaparecimento da repórter de quem é amigo pessoal. Pedindo a mobilização também de outros jornalistas para ajudar na força tarefa para resolver o caso.

 

'Amigos vamos criar uma corrente de contatos, informando sobre o caso de minha amiga radialista que hoje acabei sabendo que é irmã de um agente prisional, o que pode tornar o caso suspeito. A gente lamenta, mas certamente esta mobilização vai ajudar a encontrá-los. Torcendo que nada de grave tenha ocorrido com eles', disse. 

 

As informações iniciais é que o casal e as filhas iriam almoçar na casa da mãe no sábado, mas antes Bia e o marido decidiram ir até o Atacadão fazer compras. Saíram do local um veículo Lifan, de cor preto, placa QBU-3548 e não retornaram até amanhã deste domingo (18). 

 

A preocupação aumentou com o fato do telefone do casal estar desligado. Amigos e familiares também foram à residência de Bia, no bairro Adriano Leitão, e encontraram a porta destrancada, mas nenhum sinal de roubo.

 

Uma irmã da radialista, que é agente prisional chegou a registrar boletim de ocorrência na delegacia sobre o desaparecimento e teme que o caso tenha relação com sua profissão.

 

Policiais das cidades vizinhas de Sinop foram mobilizados. A informação de que Calai e a família estão bem foi a pouco noticiada ao site Só Informação, da região norte de Mato Grosso. De acordo com o site o marido de Beatriz ligou a pouco para  comunicar o paradeiro da família. Alegando que ele e a família teriam ido para Colider e se perderam numa estrada. 'Como a região estava sem sinal no celular não conseguiram comunicar a família'.

 

Ainda assim, a polícia revela que a investigação continua para saber se realmente a família foi a passeio ou se foram sequestrados e deixados em Colider.

 

O delegado Ugo Reck, responsável pela investigações também confirmou que todos estão bem e foram localizados em Colider, porem ainda haverá investigação ja que é considerado estranho o sumiço e o fato da irmã ser agente prisional também exige mais detalhes para finalizar o inquérito policial. 

(Foto: Ilustração)

site.jpg

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3