Cuiabá, 24 de Julho de 2024

POLÍCIA Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2019, 14:37 - A | A

18 de Fevereiro de 2019, 14h:37 - A | A

POLÍCIA / MULTADO EM 725 MIL

Filho de produtor rural é preso por apresentar documento falso para desmatamento

Da Redação



Filho de produtor rural foi preso por fiscais da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), após apresentar uma autorização de desmatamento falsa e atuaram o pai, produtor rural e proprietário da área em R$ 250 mil.

Uma área de 256 hectares foram desmatados pelo produtor rural de uma área de floresta amazônica em União do Sul (a 689 km de Cuiabá). O filho foi conduzido para Marcelândia, onde foi preso por falsificar um documento público. Ele foi liberado no dia seguinte após pagar fiança de R$ 80 mil.

Além da fiança, o filho do produtor também foi autuado em R$ 725 mil por tentar enganar a Justiça.

De acordo com a Sema, a partir de monitoramento de imagens por satélite, a Coordenadoria de Fiscalização de Flora da Sema visualizou o desmatamento em andamento na Fazenda Esperança II no município de União do Sul e agiu para cessar a infração.

Além dos autos de infração aplicados, a Sema também apreendeu o maquinário, avaliado em R$ 500 mil, e encaminhou os dois tratores retirados do local para a prefeitura do município. A operação foi realizada entre os dias 12 e 13 de fevereiro.

De acordo com os fiscais da Sema, a atuação do órgão ambiental em tempo real evitou o desmatamento ilegal de uma área de floresta amazônica de 1.194,56 ha ou 11.945,600 m², o equivalente a 1.194 campo de futebol.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3