Cuiabá, 19 de Maio de 2024

POLÍCIA Quarta-feira, 09 de Novembro de 2016, 11:45 - A | A

09 de Novembro de 2016, 11h:45 - A | A

POLÍCIA / TRÁGICO

Homem que pulou da Ponte Sérgio Motta sofria de depressão

Em setembro deste ano, testemunhas filmaram o momento em que um rapaz, pulou da ponte, praticamente no mesmo ponto deste último registro

Karollen Nadeska / Única News



 

 

(Foto: Internet)

 

O fato foi registrado ontem (08) à noite, entre Cuiabá e Várzea Grande, mais precisamente na Ponte Sérgio Motta. O homem que pulou no Rio Cuiabá ainda não foi identificado e até agora também não foi encontrado.

 

As informações revelaram que o homem teria saltado por volta das 22h e populares próximos do local, acionaram à Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. Logo, as buscas foram iniciadas na expectativa de encontrar a vítima com vida. No entanto, até as primeiras horas desta quarta-feira (09), não houve a confirmação de que ele, havia sido resgatado.

 

Em setembro deste ano, testemunhas filmaram o momento em que um rapaz, pulou da ponte, praticamente no mesmo ponto deste último registro. O vídeo viralizou na internet e repercutiu nacionalmente. Dias depois, o corpo foi encontrado há aproximadamente 100 metros de profundidade.

 

Veja mais aqui http://unicanews.com.br/noticias/encontrado-corpo-de-rapaz-que-pulou-da-ponte-em-cuiaba/3572

 

(Atualizada 13h20)

 

Uma testemunha, por nome de Leandro Garcia, contou a imprensa que o caso teria sido suicídio e que o homem se chamava "Rafael". Instantes antes de pular, o mêcanico que estava ao lado da vítima, tentou segurar na mão do rapaz por pelo menos duas vezes. Entretanto, a tentativa foi em vão e ele acabou caindo no Rio Cuiabá.

 

No depoimento, Leandro afirmou que tudo ocorreu por volta das 21h e que ao passar pelo local ele percebeu que havia uma pessoa do lado externo da grade de proteção.

 

"Eu estava passando pelo local, quando vi um homem do lado externo da grade proteção da ponte, dando a impressão que iria se jogar. Diante disso, parei meu carro e fui até o local para tentar convencê-lo a não pular. Quando cheguei perto, comecei a conversar com ele e o homem me disse somente que chamava ‘Rafael’ e tentou pular a primeira vez, mas felizmente eu consegui segurá-lo”, disse.

 

Conforme apuração, a suspeita é de que realmente se trata de mais um caso de suicídio, já que a testemunha detalhou as condições psicológicas da vítima, minutos antes de desaparecer.

 

Ainda de acom as informações, uma foto de um corpo de um homem está sendo veiculada na internet, supondo que seja de R.A. A mesma teria chegado por meio de aplicativo de celular para Leandro. Na informação, consta que o rapaz é filho de uma professora que mora em Várzea Grande e que ele sofria de depressão.

 

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3