Cuiabá, 19 de Maio de 2024

POLÍCIA Sexta-feira, 07 de Abril de 2017, 10:03 - A | A

07 de Abril de 2017, 10h:03 - A | A

POLÍCIA / CRIMINAL

Juíza mantém liberdade de Major denunciado por assassinato no CPA

Por Suelen Alencar/ Única News



mortepm.jpg

 

O major da Polícia Militar, Waldir Félix de Oliveira Paixão Junior, a acusado de assassinar André Luiz Alves de Oliveira no Bairro CPA III em agosto de 2016 vai continuar em liberdade, após a negativa da  juíza da Décima Segunda Vara Criminal, Maria Aparecida Ferreira Fago em acatar um recurso do Ministério Público Estadual (MPE).

 

O promotor Jaime Romaquelli pediu a medida restritiva da liberdade do major devido a "razão da gravidade do crime cometido à frente da sociedade sociedade e dos meios de imprensa que se faziam presentes no local, bem como em razão da patente que detem, o deunciado tornou-se um elemento temido. A sua liberdade fatalmente influenciará no ânimo das testemunhas, quer civis quer sejam militares de graduação inferior à sua, trazendo prejuízos à apuração dos fatos na fase judicial', descreve trecho do recurso.

 

Um dos argumentos do promotor é o receio de que outros policiais adotem comportamento semelhante do major, já que a não restrição de sua liberdade pode trazer "violenta perturbação à ordem pública".

 

A magistrada apontou que determinar a prisão é 'antecipar julgamento' e que não há indicios de ameças por parte do major.

 

 

“Há de se notar que fato ocorreu no dia 02 de agosto de 2016 e, passados mais de seis meses, não há nos autos, notícias de que ele tenha lançado ameaças às testemunhas ou interferido, de qualquer forma, nas investigações, o que indica que também não atrapalhará a instrução probatória”, explicou a magistrada.

 

Waldir Félix responde pelo crime de homicídio de André Luiz de Oliveira, de 24 anos. André teria matado o soldado Elcio Ramos com um tiro no rosto. Já o irmão de André, Carlos Alberto Oliveira Júnior foi preso e acusado de particpação na morte do PM. 

 

Entenda o caso

 

Em Agosto de 2016, o Elcio Ramos Leite investigava pelo Setor de Inteligência da Polícia Militar a possível tráfico de armas na região e durante uma abordagem foi baleado por Andre Luiz. O homicídio aconteceu em uma residência no bairro CPA III, em Cuiabá, por volta das 15h.

 

Após o ocorrido uma operação policial foi montada para procurar os dois irmãos, o que resultou na morte de Andre Luiz e na prisão do irmão Carlos Alberto. O major Waldir confessou ter atirado no rapaz, mas alegou legitima defesa. Após finalização do inquérito policial, o Ministério Público ofereceu denuncia contra o major da Polícia Militar, Waldir Félix de Oliveira Paixão, por  assassinato de Andre. 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3