Cuiabá, 29 de Novembro de 2020

POLÍCIA
Quarta-feira, 14 de Outubro de 2020, 11h:50

MORTE NO ALPHAVILLE

Justiça acata pedido e mãe de Isabele passa a atuar como assistente de acusação

Elloise Guedes
Única News

(Foto: Reprodução)

O desembargador Juvenal Pereira da Silva, da 3ª Câmara Criminal Tribunal de Justiça, aceitou que Patrícia Helen Guimarães Ramos, mãe da adolescente Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, assassinada pela amiga com um tiro no rosto, passe a atuar como assistente de acusação no procedimento que apura o ato infracional análogo ao homicídio doloso cometido por B.O.C., de 15 anos.

Inicialmente, o pedido foi negado pela magistrada Cristiane Padim, da 2ª Vara Especializada da Infância e Juventude de Cuiabá. A magistrada é responsável pela apuração do ato praticado por B. No dia 5 de outubro, o juiz acatou o pedido e determinou o procedimento.

Ainda de acordo com a decisão, Patrícia, junto de seu representante legal, terá acesso e atuará no processo, que tramita em sigilo. Ela já participou da primeira decisão em relação ao homicídio e desdobramentos que aconteceram na sexta-feira (9), por meio de videoconferência, quando Glauco Fernando Mesquita Corrêa da Costa, dono da arma usada no crime, pagou uma fiança de R$ 40 mil pelo crime de omissão de cautela e foi liberado de responder processo.

A decisão é do juiz Aristeu Dias Batista Vilella, do Juizado Especial Criminal de Cuiabá, que homologou a proposta de transição penal. O valor será revertido para instituição social já cadastrada no juizado.

Glauco é dono da pistola Imbel .380 que foi disparada e matou Isabele. Ele foi autuado por ter permitido o filho de 16 anos transportar duas armas de fogo de sua residência até a casa onde aconteceu o crime.

O inquérito da morte de Isabele foi concluído após 50 dias de investigações. além de Glauco e de seu filho, de 16 anos, também foi indiciado o pai da atiradora, Marcelo Cestari, por quatro crimes; a mãe dela, também por omissão de cautela; e a própria adolescente B.O.C., que responderá por ato infracional análogo a homicídio doloso – com intenção de matar.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE