Cuiabá, 22 de Maio de 2024

POLÍCIA Terça-feira, 29 de Novembro de 2016, 11:34 - A | A

29 de Novembro de 2016, 11h:34 - A | A

POLÍCIA / LUTO NA PM

PM diz que atitude de cabo foi motivada por dever e juramento

Suspeito de matar cabo da PM morre durante troca de tiros com policiais

Da Redação



WhatsApp Image 2016-11-29 at 09.33.35.jpeg

 

A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso  publicou uma nota de falecimento, após a morte do Cb PM Said Francisco Canam. Na noite de sexta-feira (25/11), o Cb Said Francisco estava em um estabelecimento comercial com a sua família quando ocorreu uma tentativa de latrocínio. O militar interveio em defesa das vítimas, houve troca de tiros, e ele foi alvejado.

 

 

O policial recebeu todo o suporte médico e ambulatorial disponível no entanto não resistiu e faleceu na manhã desta terça-feira (29/11).

 

 

Em nota a polícia destaca o profissional como "herói que entregou a própria vida em defesa de desconhecidos". Para os colegas de corporação a atitude do cabo foi "motivada pelo sentimento do dever e cumprindo com o seu juramento". 

 

 

O velório ocorrerá a partir das 14h no cemitério da Vila Aurora,  em Rondonópolis,  e o sepultamento será em Rosário Oeste. O Cb Said tinha 33 anos, estava há 14 anos na Polícia Militar e deixa uma esposa.

 

 

Latrocínio

 

 

O cabo da Polícia Militar (PM), Said Francisco Canam que foi baleado durante um roubo na noite de sexta-feira (25), estava de folga quando tentou ajudar um homem, de 43 anos, vítima de assalto. Testemunhas informaram que os suspeitos chegaram ao local em uma motocicleta de cor vermelha e abordaram a vítima, que estava juntamente com a esposa. Na ação, um dos criminosos tentou atirar contra o homem, mas a arma não disparou. 

 

 

A vítima entrou em luta corporal com o bandido e, na confusão, um tiro foi efetuado. O cabo viu o ocorrido e tentou deter o suspeito, porém, os criminosos atiraram contra ele. O policial revidou e atirou contra a dupla.

 

 

Um dos tiros atingiu o cabo na região do pescoço, que foi socorrido por populares e encaminhado ao hospital.  Já a outra vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência com um ferimento na mão. 

 

 

Na troca de tiros, um dos envolvidos, identificado como Vitor, também ficou ferido na perna por um dos tiros.

 

   

 

(Foto: Divulgação PM/MT)

c0d58331-207d-4b3e-8.jpg

Suspeito de matar cabo da PM morre durante troca de tiros com policiais

Suspeito morto

 

 

Vitor Teixeira da Silva, de 20 anos, foi morto, na madrugada desta terça-feira (29), depois de uma troca de tiros com policiais militares em um assentamento na região de Fátima de São Lourenço, no município de Santo Antônio do Leverger (MT). Ele era apontado pela polícia como um dos envolvidos na morte do cabo da Polícia Militar (PM), Said Francisco Canam, de 33 anos, que foi baleado no pescoço na última sexta-feira (25), no Jardim Guanabara, em Rondonópolis (MT), durante um assalto.

 

 

Segundo o major da PM, Gleber Candido, comandante da Força Tática, desde o ocorrido, na sexta-feira à noite, a corporação estava em diligências continuadas no intuito de prender o vulgo ‘Vítinho’, que no dia do fato teria sido baleado na perna esquerda. Na noite dessa segunda-feira (28), a equipe de inteligência do 4º Comando Regional descobriu que o suspeito estaria escondido no Assentamento Pau D'Alho, região rural de Fátima de São Lourenço. 

 

 

Por volta das 20h, os policiais foram ao endereço e cercaram a residência, onde a mãe de Vitor informou que ele não estava no local. Na sequência, o suspeito saiu de dentro de um dos cômodos da casa com a arma na mão e atirou contra a equipe, que revidou e o baleou.

 

Os policiais pegaram Vitor e o levaram até um local que dava sinal de celular, onde acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, que o encaminhou ao Hospital Regional. Na unidade, o suspeito não resistiu aos ferimentos e morreu.

 

 

O major disse ainda que uma arma, possivelmente a utilizada contra o cabo Said, foi apreendida e apresentada a imprensa na 1ª Delegacia de Polícia. 

 

(Com informações de Primeira Hora)

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3