Cuiabá, 13 de Julho de 2024

POLÍCIA Sexta-feira, 01 de Fevereiro de 2019, 15:13 - A | A

01 de Fevereiro de 2019, 15h:13 - A | A

POLÍCIA / OPERAÇÃO SERTÃO

Polícia cumpre mandados contra integrantes de facção por roubos

Da Redação



Três integrantes de facção criminosa que vinham praticando crimes de roubos à residência e veículos em São José dos Quatro Marcos (a 342 km de Cuiabá) tiveram mandados de prisão cumpridos pela  Polícia Civil, na operação “Sertão”, após investigações iniciadas há 8 meses.  

Já são mais de 12 criminosos presos ao longo da operação. Nesta semana, nos dias 25, 28 e 29 de janeiro, os suspeitos Walmir Costa de Barros, de 32 anos, Cleiton Barbosa da Silva, de 29 anos e Silvania Maria Alves de 36 anos, tiveram mandados de prisão  preventiva cumpridos, sendo dois em Cáceres ( Silvania e Walmir) e um em Pontes e Lacerda (Cleiton).

As investigações iniciaram há cerca de oito meses, quando os suspeitos tentaram assaltar a residência de uma advogada na cidade. Em maio de 2018, cinco suspeitos tentaram roubar a caminhonete da vítima, porém, os policiais civis conseguiram evitar o roubo e prenderam Sidney França da Silva, de 29 anos, em flagrante, no momento em que ele tentava arrombar a porta da casa da advogada, em posse de uma arma de fogo.

A equipe de investigação da delegacia continuou os trabalhos e conseguiu identificar os demais integrantes do roubo, sendo Walmir Costa de Barros, de 32 anos, o mentor da quadrilha. Todos os suspeitos envolvidos no roubo já haviam sido presos em flagrante por vários crimes praticados na cidade, em decorrência das investigações da operação “Sertão”.

A investigação resultou também na elucidação de crimes praticados em outras cidades da região, sendo eles, porte ilegal de arma de uso permitido e restrito, tráfico e associação ao tráfico de entorpecentes, receptação, totalizando quatro flagrantes.

A investigação esclareceu ainda o roubo de uma caminhonete Hilux e um Jeep Compass, ocorrido na cidade de Tangará da Serra, com a prisão de parte dos integrantes que atuavam naquela região. Durante as investigações, ficou comprovado que os suspeitos faziam parte de uma organização criminosa, cujos mentores estavam presos na Cadeia Pública de Cáceres (a 250 km de Cuiabá).

O inquérito policial dessa fase da investigação foi concluído nesta sexta-feira (1º) e encaminhado à Justiça.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3