Cuiabá, 04 de Dezembro de 2020

POLÍCIA
Sábado, 10 de Outubro de 2020, 14h:18

HERÓIS DE FARDA

Policial salva bebê de 3 meses engasgado com leite materno

Única News
(Com assessoria)

(Foto: Divulgação/PJC)

Um bebê de apenas três meses que engasgou com o leite materno durante a amamentação teve a vida salva por um policial civil lotado na Delegacia de Juína (735 km a noroeste de Cuiabá). O investigador de polícia, Dito Costa, utilizou técnicas de primeiros socorros que aprendeu para ingressar no Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) para salvar a vida da criança.

A ação que evitou a morte do bebê ocorreu na manhã de sexta-feira (9), quando o investigador foi surpreendido na unidade policial pela mãe da criança que gritava desesperadamente por socorro.

No primeiro momento, o policial civil pensou que se tratava de uma situação de agressão ou violência doméstica, porém em poucos minutos percebeu que o bebê estava sufocado e sem respirar, por ter engasgado durante a amamentação.

Diante da aflição da mãe, o investigador de polícia rapidamente pegou a criança no colo, e realizou os procedimentos de primeiros socorros conseguindo com sucesso salvar a vida menino. Já fora de perigo eminente, o bebê foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Juína, onde recebeu atendimento médico e passa bem.

O investigador de polícia ressaltou a importância do curso de primeiros socorros em diversas áreas de formação de profissionais, uma vez que ação de uma pessoa preparada e qualificada pode salvar vidas. “Aprendi as técnicas de salvamento durante o curso para ingressar no Garra, o que possibilitou que eu pudesse ajudar a mãe e salvar a vida da criança”, disse o investigador.

Dito Costa foi parabenizado pelos colegas de trabalho e outros admiradores que enalteceram a atitude do policial, o qual se dedica diariamente na realização de brilhantes serviços prestados à sociedade e no fortalecimento da segurança pública na região.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE