Cuiabá, 27 de Novembro de 2020

POLÍCIA
Segunda-feira, 19 de Outubro de 2020, 10h:58

ESTUPRO DE VULNERÁVEL

Rapaz de 18 anos mantém relações sexuais com criança de 11 anos; ele foi preso

Da Redação
Única News

(Foto: divulgação)

Um jovem de 18 anos foi preso nesse domingo (18), acusado de estupro de vulnerável, por estar mantendo relações sexuais com uma criança de apenas 11 anos. O caso aconteceu na zona rural de Tapurah (430 km de Cuiabá).

Segundo a mãe da menina, por volta das 2 horas desse domingo ela percebeu que a filha não estava em sua cama. Ela procurou pela casa e não a encontrou.

Por volta das 3 horas, a mãe viu a filha chegando em casa e a questionou sobre onde estava. A criança, então, contou que estava com um rapaz de 18 anos no alojamento dele e que teria mantido relação sexual com ele nesse domingo e em outros dias.

A mãe resolveu chamar a polícia, contou o ocorrido e disse que o rapaz em questão já havia pedido sua filha em namoro algumas vezes, inclusive quando a criança tinha 10 anos, mas ela não deixou, dizendo que a menina não podia, nem deveria namorar, devido à idade.

Prisão

Diante da denúncia, os policiais acionaram o Conselho Tutelar e duas conselheiras conversaram com a criança, que contou que vem encontrando o suspeito e tendo relações sexuais com ele há algum tempo, e que, inclusive, teria sido com ele sua primeira vez.

Ela disse, ainda, que foi até o alojamento dele nesse domingo por livre e espontânea vontade.

Os policiais foram até a casa do suspeito e o encontraram dormindo. Questionado, ele confessou estar mantendo relações sexuais com a menina e que nesse domingo não usou preservativo.

O rapaz disse, ainda, que não sabia que a ação com a criança era crime. Ele foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia, acusado de estupro de vulnerável, devido à idade da criança.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE