Cuiabá, 27 de Maio de 2024

POLÍTICA Quarta-feira, 05 de Julho de 2017, 16:06 - A | A

05 de Julho de 2017, 16h:06 - A | A

POLÍTICA / SODOMA

Cursi apresentará provas contestando acusações de Nadaf em esquema

Wellyngton Souza / Única News



(Foto: Reprodução)

IMG_20160810_173109347.jpg

 

O ex-secretário de Estado de Fazendo, Marcel de Cursi, preso no Centro de Custódia de Cuiabá desde setembro de 2015, assegurou, por meio de defesa, que em nenhum momento recebeu proprina no valor de R$ 700 mil como afirmado pelo ex-secretário de Estado da Casa Civi, Pedro Nadaf.

 

O ex-gestor confessou na tarde desta terça (4), à juíza da Sétima Vara Criminal, Selma Arruda, a participação de Cursi no esquema que desviou R$ 15 milhões por meio de uma desapropriação de uma área localizada no bairro Jardim Liberdade, na capital.

 

Marcel de Cursi será ouvido no próximo dia 28 de julho em decorrência da operação Sodoma, que apura desvio dos recursos públicos. O advogado Marcos Dantas disse que Cursi não tem envolvimento no esquema e afirmou ainda que o ex-gestor possuí provas contra Nadaf. Ele disse ainda que o ex-secretário não tem nada a esconder da justiça.

 

"Cursi disse que não tem nenhuma confissão a fazer. Em momento algum ele recebeu recursos ilegais. Não recebi nada de propina. Portanto não tem confissão para fazer. Nadaf aproveita a situação e procura culpar Cursi no esquema".

 

O advogado ressaltou ainda que o ex-secretário vai alegar inocência até o final das investigações. A defesa afirma que Cursi tem provas contundentes dessa situação toda. "Os delatores não apresentam nenhuma prova. Apenas fazem meras alegações que não tem uma fundamentação embasada. E por essa razão vamos inocentar Marcel de Cursi". (Com informações do Mato Grosso Mais)

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia