Cuiabá, 21 de Junho de 2024

POLÍTICA Domingo, 17 de Março de 2024, 07:58 - A | A

17 de Março de 2024, 07h:58 - A | A

POLÍTICA / INVESTIGAÇÃO NA CÂMARA

Maysa coloca membros de Comissão contra Emanuel em suspeição: “Eram base de apoio do prefeito”

Fred Moraes
Única News



Para a vereadora de Cuiabá, Maysa Leão (Republicanos), a escolha dos membros da Comissão Processante de Investigação (CPI), realizada por meio de sorteio, que investigarão o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), não passou “segurança” aos outros parlamentares. A parlamentar disse que os três membros já pertenceram a base de sustentação do emedebista, mas endossou seu voto de confiança nos colegas.

Em entrevista à imprensa, Maysa disse que o ideal seria que houvesse pelo menos um vereador de oposição para ao menos “equilibrar o barco”, mas desejou que os parlamentares conduzam as investigações da forma “mais transparente possível”.

“A gente teve um sorteio ali, de pessoas que já haviam sido base do prefeito. Isso me preocupa, eu gostaria muito que um membro convicto da oposição estivesse lá para ter um equilíbrio. Eu espero que eles conduzam da forma mais transparente possível e justa”, disse Maysa.

Os membros que compõe a Comissão Processante são os vereadores: Rogério Varanda (MDB), Wilson Kero Kero (Podemos) e Edna Sampaio (PT).

Os três foram escolhidos mediante à um sorteio conduzido pela Mesa Diretora ainda na sessão ordinária do dia 12 de março, quando foi aprovada a CPI contra o prefeito. A Comissão Processante é baseada na investigação da Polícia Civil e Ministério Público do Estado (MP), na qual Emanuel apareceu como principal suspeito de chefiar uma Organização Criminosa que operou desvios financeiros dos cofres da saúde.

O autor do requerimento foi o vereador Felipe Corrêa (Cidadania). O pedido recebeu 16 votos favoráveis e 8 contrários. Apenas os vereadores Adevair Cabral (PTB), Cezinha Nascimento (União Brasil), Dídimo Vovô (PSB), Ricardo Saad (PSDB), Luís Cláudio (MDB), Paulo Henrique (PV), Mário Nadaf (PV) e Sargento Vidal (MDB) votaram contra a abertura da Comissão Processante na última terça-feira (12).

Votaram a favor da comissão os vereadores: Demilson Nogueira (PP), Dilemário Alencar (Podemos), Dr. Luiz Fernando (Republicanos), Edna Sampaio (PT), Eduardo Magalhães (Republicanos), Eleus Vieira de Amorim (Cidadania), Jeferson Siqueira (PSD), Kassio Coelho (PRD), Lilo Pinheiro (PDT), Marcus Brito Jr (PV), Maysa Leão (Republicanos), Michelly Alencar (União), Rodrigo Arruda E Sá (Cidadania), Rogério Varanda (MDB), Sargento Joelson (PSB) e Wilson Kero Kero (Podemos). O suplente Eleus Amorin assumiu o mandato somente para essa votação, porque o titular da vaga, Fellipe Corrêa, era autor do requerimento e foi impedido de votar pela Regimento da Casa.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia