Cuiabá, 09 de Abril de 2020

POLÍTICA
Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2020, 11h:11

SEM SALÁRIO E SEM V.I.

Caso de vereador preso por tráfico segue para Comissão de Ética e ele pode ser cassado

Única News
Da Redação

(Foto: Lapada Lapada)

O presidente da Câmara Municipal de Várzea Grande, o vereador Fábio Tardin (DEM), o Fabinho, apresentou nesta terça-feira (18), durante sessão ordinária, o encaminhamento para a Comissão de Ética de toda a documentação do caso envolvendo o vereador Jânio Calistro (PSD), preso por envolvimento com o tráfico de drogas na cidade, em 19 de dezembro do ano passado, na Operação Cleanup.

O objetivo é que a Comissão avalie a documentação encaminhada pela Delegacia Especializada de Entorpecente, que investiga as acusações contra o vereador. A Comissão avaliará a documentação para estudar o possível afastamento do parlamentar.

Segundo o presidente, é necessário que seja avaliada toda a situação envolvendo Calistro, para que haja justiça no caso de um afastamento. Além disso, ele destaca que é dever da Câmara Municipal usar da transparência no caso.

“Estou encaminhando os documentos para que sejam analisados pela Comissão de Ética e assim seja tomada a decisão correta quanto ao caso. Se for provado que existiu a quebra de decoro, o parlamentar será afastado de suas atividades, sem dúvidas. No entanto, após estudo da Comissão, quem deve decidir sobre isso será o plenário”, explicou.

Calistro está de licença por 30 dias automaticamente e, caso não retorne às atividades dentro deste prazo, seu suplente poderá requisitar o cargo. Também estão suspensos o salário e a verba indenizatória do vereador.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE