Cuiabá, 27 de Maio de 2024

RADAR NEWS Quinta-feira, 09 de Novembro de 2017, 10:55 - A | A

09 de Novembro de 2017, 10h:55 - A | A

RADAR NEWS / CONCESSÃO

Senador Cidinho é eleito presidente da comissão que avaliará a MP 800

Da Redação



Assesoria

CIDINHO

 

O senador Cidinho Santos (PR/MT) foi eleito nesta quarta-feira, 08, presidente da comissão mista da Medida Provisória nº 800/2017, que visa autorizar a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) a celebrar aditivos contratuais com as concessionárias de rodovias federais para alongar o prazo de execução de investimentos previstos para o período inicial da concessão.

 

A medida provisória irá beneficiar as empresas concessionárias que foram afetadas pela crise financeira e não tiveram condições financeiras de cumprir o prazo de cinco anos para a duplicação de rodovias. O novo prazo para a reprogramação será de até 14 anos, condicionado à demonstração da sustentabilidade econômico-financeira da concessão e com revisão dos valores cobrados nos pedágios.

 

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil informa que entre as beneficiadas pela MP 800 estão as concessionárias MS Via (BR-163, em Mato Grosso do Sul), Rota do Oeste (BR-163, em Mato Grosso), Concebra (BRs 060,153 e 262, em Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal), MGO (BR-050, em Minas Gerais e Goiás), ECO101 (BR-101, em Espírito Santo e Bahia) e Via 040 (BR-040, em Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal).

 

No início de outubro, o senador Cidinho Santos se reuniu com o presidente Michel Temer acompanhado da bancada de Mato Grosso, buscando uma solução para a Rota do Oeste. Com a edição da medida provisória, a empresa concessionária pode buscar parceiros com capacidade de investimento.

 

“Toda a população tem um incômodo com a cobrança do pedágio enquanto as obras de duplicação estão paralisadas, principalmente, no trecho entre Posto Gil e Sinop. A entrada de um novo parceiro vai permitir que a empresa retome as obras e dê manutenção na BR-163”, afirmou o senador Cidinho.

 

Inicialmente, a MP 800 será discutida e votada na comissão mista. Depois, segue para exame dos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia