Cuiabá, 21 de Setembro de 2019

POLÍTICA
Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019, 15h:32

OBRA PARADA HÁ 5 ANOS

Mauro Mendes afirma que decisão sobre VLT não será feita sob ‘conversa fiada’

Euziany Teodoro
Única News

Gcom

O governador Mauro Mendes (DEM), questionado sobre decisão e prazo sobre as obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), em Cuiabá e Várzea Grande, nesta quinta-feira (22), afirmou que esta é uma decisão para se tomar com base em dados e estudos, não baseada em “conversa fiada”.

Segundo ele, o “trabalho” de políticos irresponsáveis é que resultou em cinco anos de obras paralisadas. “Não basta dizer ‘quero o VLT ou não quero o VLT’. Isso é algo que vai impactar no dia a dia, então as pessoas têm que decisões difíceis têm que ser tratadas com responsabilidade. Esse negócio de político irresponsável e fanfarrão, espero que isso acabe e as pessoas entendam que as consequências chegam um dia.”

Mendes afirma que a decisão está sendo trabalhada, para que o resultado seja diferente dos anteriores, cujos casos de corrupção marcaram o andamento das obras e culminaram na rescisão do contrato com o Consórcio VLT, em 2017, e validada pela justiça este ano.

“Temos uma realidade muito complexa com essa rescisão do contrato por conta de corrupção, entre o Consórcio VLT e agentes públicos e com o ex-governador (Silval Barbosa), como está demonstrado e comprovado nos autos. Temos uma realidade muito complicada. A conta está chegando para todos nós. Nós é que pagamos a conta da irresponsabilidade de políticos que tomam decisões sem levar em consideração aquilo que verdadeiramente importa”, afirmou o governador.

Ele conclui, afirmando que a decisão será puramente técnica. “A decisão é técnica, é difícil e estamos estudando isso com mais responsabilidade. Para o dia que nós pudermos, vamos explicar com argumentos, com fatos e dados, e não com conversinha fiada. Se eu agir da forma irresponsável que muitos agiram, vou acabar entregando os mesmos resultados que outros entregaram, que é conversa fiada. Agora é hora de trabalhar e na hora certa vamos anunciar”.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE