Cuiabá, 24 de Julho de 2024

CIDADES Terça-feira, 13 de Fevereiro de 2024, 17:46 - A | A

13 de Fevereiro de 2024, 17h:46 - A | A

CIDADES / CORONAVÍRUS

Casos de Covid em hospitais particulares registram aumento de 300% em MT

Em três unidades privadas da capital foi registrado um aumento de 100% em casos confirmados da doença

Fred Moraes / Ari Miranda
Única News



Um levantamento feito pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso (Sindessmat), mostrou que o número de casos positivos para o vírus da Covid-19 em hospitais privados de todo o Estado chega até 300%, quando comparados ao mês de dezembro.

Conforme o sindicato, em três unidades privadas da Capital foi registrado um aumento de 100% em casos confirmados, saindo de uma média de 27 casos diagnosticados em dezembro para 54 em janeiro.  

“Em números absolutos os dados apresentados ainda demonstram um baixo número de internações relacionadas a COVID-19, mas preocupa a ascendência na curva, que deve servir de alerta para a adoção de medidas de contenção que visem frear esse crescimento”, afirmou Patrícia West, diretora Executiva do Sindessmat.   

As autoridades locais reforçam que a população retome alguns cuidados de prevenção da doença, e mantenha a vacinação contra a Covid-19 em dia, com o número de doses conforme indicação.

EXAMES LABORATORIAIS

Segundo levantamento realizado pela Associação Mato-grossense de Análises Clínicas (AMAC), o mês de janeiro registrou aumento de 105% nos pedidos de exame para Covid-19 em comparação com dezembro. Houve ainda um aumento de 247% no número de testes com resultado positivo em janeiro comparado com o mês anterior.

Do total de exames realizados em dezembro, 18% testaram positivo para a Covid-19, enquanto no mês de janeiro as positivações subiram para 31%.

COVID EM MT

Segundo o painel da Covid-19, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), desde o dia 1º de fevereiro até esta terça-feira de Carnaval (13), foram registrados 3.266 casos do vírus em todo o estado. Destes, 2.566 estão sendo monitorados, enquanto outros 46 permanecem internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Apesar dos altos índices de contaminados, apenas dois óbitos foram registrados no período. As vítimas eram do sexo feminino e morreram nas cidades de Alto Paraguai (181 Km de Cuiabá) e Água Boa (640 Km de Cuiabá, no dia 6 deste mês.

Devido ao aumento do número de casos, é recomendada a utilização da máscara de proteção facial e a adoção das medidas básicas de prevenção da doença, como lavar as mãos com água e sabão e utilizar álcool em gel 70%.

 

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia