Cuiabá, 15 de Junho de 2024

CIDADES Domingo, 31 de Março de 2024, 13:15 - A | A

31 de Março de 2024, 13h:15 - A | A

CIDADES / “MAÇONARIA APARTIDÁRIA”

“Maçonaria não tem ideologias, ela vota por convicções”, diz grão-mestre de MT

Líder da Grande Lôja Maçônica estadual afirma que, mesmo tendo um viés mais à direita, instituição vota por convicções e não por “lados partidários”

Ari Miranda
Única News



Pedro Calazans, grão-mestre da Grande Loja Maçônica do Estado de Mato Grosso (Glemt) revelou que, mesmo com toda a recente movimentação da política nacional e a polarização política, a Maçonaria permanece essencialmente apartidária.

A afirmação foi feita durante entrevista ao Podcast “Política & Política”, do portal TV Única da última terça-feira (26).

Mesmo com o recente posicionamento de membros da Instituição à favor do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Calazans deixou claro que a Maçonaria não tem nenhum ‘político de estimação’, destacando que a fraternidade

“Nos últimos tempos, nós tivermos algumas manifestações mais incisivas, de irmãos que se apresentaram como ‘bolsonaristas’. Isso é muito comum na Maçonaria e nós temos esse lado de direita muito presente. A maior a dos maçons é de direita, esse é justamente o lado mais conservador da instituição”, disse Calazans.

“A gente pode ter uma preferência por um político específico que se alinha com os valores que a gente prega. Mas não quer dizer que a Maçonaria ‘passa a mão na cabeça’ de político, que ela busca aliviar para alguém. (...) mas isso não quer dizer que a maçonaria tenha ‘políticos de estimação’. Ela busca justamente àqueles representantes que se alinham. Mas se esse representante tropeçar, ela [a Maçonaria] será também incisiva nas suas colocações”, enfatizou.

Mesmo com um posicionamento mais à direita, o grão-mestre garante que, dentro da Maçonaria, também existem maçons de esquerda, destacando que, mesmo com as diferenças, o que prevalece dentro da instituição é o respeito.

“Nós temos maçons de esquerda e que fazem parte das sessões também. (...) A maçonaria é apartidária, não tem um partido político específico. Inclusive, é proibido discutir política partidária dentro em sessão maçônica”, asseverou.

“Nós respeitamos as bandeiras políticas, todo maçom tem direito de ter uma crença, de ter uma bandeira partidária, e isso deve ser respeitado”, pontuou.

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia