Cuiabá, 21 de Julho de 2024

CIDADES Segunda-feira, 03 de Junho de 2024, 15:48 - A | A

03 de Junho de 2024, 15h:48 - A | A

CIDADES / TRAGÉDIA

Menino de 4 anos pega isqueiro para brincar e morre após ter 90% do corpo queimado no norte de MT

Criança teve 90% do corpo queimado no incidente. Segundo a mãe, filho tinha o hábito de pegar o objeto constantemente para brincar

Ari Miranda
Única News



Um menino de apenas 4 anos, de iniciais A.G.A.G. morreu na manhã desta segunda-feira (3) após ter 90% do corpo queimado em um incêndio na residência onde ele morava, em Lucas do Rio Verde (332 Km de Cuiabá). Conforme informações, o fogo teria sido provocado pela criança, que estaria brincando com um isqueiro antes do incidente.

Segundo o boletim de ocorrência, na manha de domingo (2), o pai do garoto estava do lado de fora da casa cuidando de algumas plantas quando percebeu que o filho estava muito quieto. Ele então foi ao interior da residência ver como estava o filho e avistou uma fumaça saindo por uma das portas da residência.

O homem então disse que teria tirado o garoto e levado para a sala da residência. Neste momento, ele teria ligado para ela no trabalho informando sobre o acontecido e, imediatamente, a mulher, que trabalha próxima do local do fato, correu para casa e encontrou o filho sentado em um canto da sala, chorando e com o corpo cheio de queimaduras. Enquanto isso, segundo o documento policial, em ato contínuo, o homem correu para tentar apagar as chamas.

Com a ajuda de um compadre, o menino foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, onde internado por quase 24h, não resistindo aos ferimentos. Conforme a equipe médica, a criança teve 90% do corpo queimado.

Segundo a mãe da vítima, o incêndio pode ter sido causado pela criança com um isqueiro, pois o menino já tinha habito de usar o objeto para brincar quando o achava, acreditando ainda que o filho tenha posto fogo inicialmente em colchões, já que as chamas teriam se propagado muito rápido.

O caso é tratado inicialmente como incêndio culposo (quando não há intenção de matar) e é investigado pela Polícia Civil.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia