Cuiabá, 25 de Novembro de 2020

GERAL
Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020, 06h:58

VEJA AS CIDADES

Mais de 115 mil eleitores que tiveram títulos cancelados por falta de biometria poderão votar em MT

Única News
Da Redação

(Foto: Reprodução)

Os mais de 115 mil eleitores que tiveram os títulos cancelados por falta de cadastro da biometria poderão votar nas eleições deste ano em Mato Grosso. Cerca de 53 cidades foram beneficiadas com uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que suspende os cancelamentos eleitorais decorrentes dos processos de revisão do ano passado.

De acordo com o TSE, os eleitores que tiveram o título cancelado por outros motivos, como por exemplo, ausência às urnas por três eleições consecutivas permanecem com o título cancelado e, portanto, não poderão votar.

Nos demais 88 municípios em que ocorreram a revisão com cadastramento biométrico, o cancelamento continua e o eleitor nessa condição não poderá votar nas eleições deste ano. Permanecem com o título cancelado 168.022 eleitores.

Veja os 53 municípios comtenplados:

-Água Boa
-Alta Floresta
-Alto Araguaia
-Araputanga
-Arenápolis
-Barra do Bugres
-Barra do Garças
-Cáceres
-Campo Novo do Parecis
-Canarana
-Cláudia
-Colíder
-Diamantino
-Guarantã do Norte
-Guiratinga
-Mirassol D’Oeste
-Nova Xavantina
-Pedra Preta
-Peixoto de Azevedo
-Poxoréu
-São José do Rio Claro
-São José dos Quatro Marcos
-Sapezal
-Sorriso
-Tangará da Serra
-Vera
-Cotriguaçu
-Porto Alegre do Norte
-Vila Rica
-Alto Garças
-Dom Aquino
-Alto Taquari
-Paranaíta
-Tapurah
-Matupá
-Nova Olímpia
-Juscimeira
-Itiquira
-Santa Rita do Trivelato
-Glória do Oeste
-Itanhangá
-Itaúba
-Santa Carmem
-Pontal do Araguaia
-Lambari D’Oeste
-Santo Antonio do Leste
-Figueirópolis D’Oeste
-Denise
-Curvelândia
-Tesouro
-Ipiranga do Norte
-Nova Monte Verde
-Alto Boa Vista.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE