Cuiabá, 22 de Junho de 2024

JUDICIÁRIO Sexta-feira, 26 de Janeiro de 2024, 17:45 - A | A

26 de Janeiro de 2024, 17h:45 - A | A

JUDICIÁRIO / CRIMES TRANSNACIONAIS

Ministério Público de MT assina cooperação com Governo dos EUA contra tráfico humano, drogas e pedofilia

Acordo firmado visa troca de informações sobre crimes como tráfico humano, de entorpecentes e pedofilia.

Ari Miranda
Única News



(Reprodução/MPMT)

MAURO ZAQUE.jpg

O promotor Mauro Zaque (a dir.) assinando o acordo internacional, ao lado de representante do Governo dos EUA.

O promotor Mauro Zaque, do Ministério Público de Mato Grosso (MPMT), esteve em Brasília na última quarta-feira (24), onde assinou um termo de cooperação com o Governo dos Estados Unidos, para compartilhamento de dados e experiências sobre o combate a crimes internacionais, como tráfico humano, de drogas e pedofilia.

Segundo Zaque, o intuito da parceria com o governo norte-americano visa, além do fortalecimento das relações, a prevenção e combate aos crimes internacionais.

“É um termo de cooperação para atuar na troca de informações de inteligência para enfrentar essas modalidades de crimes transnacionais. Tudo voltado a dar suporte às investigações para incrementar esse enfrentamento”, destacou Mauro Zaque.

Segundo o promotor, a parceria é pioneira, contando com a participação de apenas três Ministérios Públicos no Brasil, ressaltando que a adesão de MT teve grande receptividade pelo Governo dos EUA, uma vez que houve um aumento significativo no número de crimes internacionais.

“Acredito que teremos um ganho muito grande em qualidade de busca de prova, de identificação de pessoas. E quando a gente consegue ter esse ganho na produção probatória, conseguimos um resultado melhor”, disse.

“Em um segundo momento, isso reflete quando é preciso processar eventuais organizações ou pessoas que atuam nessas diversas modalidades criminosas”, completou o promotor.

CRIMES TRANSNACIONAIS

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o tráfico humano afeta cerca de 2,5 milhões de pessoas em todo o mundo e e movimenta aproximadamente 32 bilhões de dólares por ano.

De acordo com a agência Statista, entre 2008 e 2019, o número de vítimas do tráfico humano em todo mundo passou de 30 mil para quase 120 mil.

A pedofilia, por sua vez, já atingiu mais de 7 milhões de crianças entre três e onze anos, que acessam a Internet regularmente em todo o mundo. Destas, uma em cada cinco já recebeu algum tipo de proposta sexual pela rede mundial de computadores.

As propostas costumam ser feitas por desconhecidos (97% dos casos) e os episódios em geral acontecem quando as crianças estão usando o celular ou o computador de casa (70% das vezes).

Em 2007, a pornografia infantil movimentou quase dois bilhões de dólares em todo o mundo.Para burlar a leri, os criminosos usam de mecanismos de difícil rastreio, entre eles a “dark web”, uma espécie de “submundo” da internet.

Por fim, o tráfico internacional de entorpecentes tem sido amplamente combatido pelo presidente americano Joe Biden, que nos últimos anos, incluiu facções criminosas brasileiras na lista de sanções do Tesouro Americano - entre elas o Primeiro Comando da Capital (PCC), em 2021.

Além da facção brasileira, o Tesouro Americano também listou os 'chefões' do tráfico internacional de drogas e cartéis de narcotráfico do México, China e Colômbia.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia