Cuiabá, 23 de Julho de 2024

JUDICIÁRIO Quarta-feira, 01 de Junho de 2022, 15:09 - A | A

01 de Junho de 2022, 15h:09 - A | A

JUDICIÁRIO / IMBRÓGLIO INTERNO

PT-MT apresenta defesa na Justiça Eleitoral contra filiação de Tigresa

Thays Amorim
Única News



O Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso (PT-MT) apresentou sua defesa no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) contra a filiação da atriz pornô Ester Caroline Pessatto, popularmente conhecida como Tigresa Vip, na última segunda-feira (30). Segundo o documento, apesar de Tigresa ter se filiado dentro do prazo, o diretório estadual de Barão de Melgaço (a 126 km de Cuiabá) não foi informado sobre o seu ingresso na sigla. 

A atriz pornô conseguiu se filiar no PT por meio de uma decisão judicial do juiz Alexandre Paulichi Chiovitti, da 38º Zona Eleitoral de Santo Antônio de Leverger (a 34 km de Cuiabá), na última quarta-feira (25).

Intimado a se manifestar, o partido alegou que a direção foi informada sobre o ingresso de Ester na sigla por meio da imprensa. Em abril, movimentos do partido chegaram a lançar Tigresa como pré-candidata à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

LEIA MAIS: Juiz do TRE-MT determina que PT restabeleça filiação de Tigresa em até três dias

“Oportuno esclarecer que, tanto o presidente do PT em Barão quanto a maioria da direção do PT Mato Grosso tomaram conhecimento da filiação Requerente via imprensa. Isso porque duas correntes internas, Movimento PT e O Trabalho, anunciaram a filiação, bem como fizeram o lançamento da pré-candidatura da Requerente, em ato público realizado na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT-MT) em Cuiabá/MT, no dia 14 de abril de 2022”, aponta trecho da defesa.

A suspensão da filiação ocorreu por meio de votação da Comissão Executiva do PT, por nove votos favoráveis, um contrário e duas abstenções. A votação ocorreu em um grupo de WhatsApp, devido ao prazo legal para submissão da lista dos filiados à Justiça Eleitoral, para as pré-candidaturas.

Tigresa afirma que não foi ouvida sobre a decisão da suspensão, entretanto, a sigla negou ausência à ampla defesa.

“Logo, não há que se falar em ausência de garantia ao princípio da ampla defesa e contraditório, tampouco do princípio de duplo grau de jurisdição, uma vez que a recorrente ao Diretório Nacional, bem como, a Requerente foram informadas por e-mail.

A decisão que restabeleceu a filiação de Tigresa foi concedida em sede liminar. O mérito do caso ainda será analisado pelo TRE-MT.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia

Benedito Rubens de Amorim 02/06/2022

PT partido traidores sendo porcaria de carteira assinada, Dep Est Valdir Barranco disse que ordem judicial se cumpre pq RECORRER dessa então? Causa estranha suspeita de medo de perder vaga pra ela. Aliás sua mulher pendurada em Emanuel Pinheiro e escândalo da saúde de Cuiabá, não tem escândalo mais feio que esse. Roseli Barranco chefe da saúde bucal tem gratificação de 263% a mais no salário. Vergonha vamos eleger Ester TIGRESA Dep Est pra dep Fed Dr Julier Sebastião está defendendo a TIGRESA da traição de dep fed Rosa Neide amiga e ex secretária de Silval Barbosa governador corruPTo

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1