Cuiabá, 25 de Maio de 2024

POLÍCIA Segunda-feira, 15 de Maio de 2017, 11:18 - A | A

15 de Maio de 2017, 11h:18 - A | A

POLÍCIA / EM NOVO MUNDO

Falso pastor que matou e carbonizou corpos de fiéis é condenado a 52 anos

Acusado está preso desde junho do ano passado

Da Redação



 

 

(Foto: Divulgação)

 

Foi condenado a 52 anos de prisão, o falso pastor Josemar Ribeiro de Souza, vulgo “Carreirinha”, que matou e carbonizou os corpos do casal de fiéis na cidade de Novo Mundo, ao Norte do Estado (791 km distante de Cuiabá). Os assassinatos ocorreram em abril de 2016 e somente agora saiu o resultado da sentença.

 

Carreirinha ainda é investigado pelo cometimento de outros dois homicídios. No entanto, não se sabe em que pé está a investigação. A sentença condenatória do réu foi proferida pelo juiz Diego Hartmann, pertencente a comarca de Guarantã do Norte.

 

Carreirinha foi condenado em regime inicialmente fechado, por matar Antônio Romão Serrilha e Maria Lopez Munhoz, no dia 14 de abril do ano passado. Ambos eram casados e caíram no golpe do “falso profeta”, quando resolveram dar atenção as promessas religiosas. Carreirinha aplicava o golpe dizendo ser pastor da igreja Pentecostal e posteriormente cometia os assassinatos. Em seguida, ele roubada pertences e dinheiros das vítimas – crime encarado, praticamente, como latrocínio.

 

Em determinado dia, Carreirinha foi até a casa do casal surpreende-los com promessas “divinas”. Mas, na sequência ele rendeu os dois e utilizando as mãos os enforcou até a morte. Depois pegou o cartão de crédito, realizou aproximadamente três saques e ainda fez compras de alto valor. Cada saque chegou no valor em média de R$ 1,5 mil. Também, ele seria o responsável pelo furto de uma motocicleta que estava no local.

 

Três dias depois, Carreirinha voltou a residência e resolveu atear fogo em tudo para dificultar as investigações. Inclusive os corpos que estavam estendidos no chão.

 

Considerado foragido, Carreirinha acabou sendo preso dias depois dos homicídios. A reportagem não conseguiu contato com o advogado do réu.

 

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3