Cuiabá, 03 de Abril de 2020

POLÍCIA
Quinta-feira, 26 de Março de 2020, 14h:51

CRIME CRUEL

Polícia identifica homem que estuprou e matou mãe do sargento Vidal

Elloise Guedes
Única News

(Foto: Reprodução)

O suspeito de ter estuprado e matado a idosa Salvina dos Santos Vidal, de 74 anos, que saiu de casa para caminhar, em Lucas do Rio Verde (a 360 km de Cuiabá), foi identificado pela Polícia Civil de Mato Grosso. Adevanir Ferreira da Silva está sendo procurado pela Justiça.

Dona Salvina, que é mãe do sargento da Polícia Militar, Juarez Vidal, foi assassinada no dia 8 deste mês, quando saiu para caminhar no início do dia e desapareceu. O corpo dela foi encontrado sem roupas, em um terreno baldio, horas depois.

Sargento Vidal é conhecido por defender a causa animal em Mato Grosso. A foto do suspeito foi divulgada pelo próprio filho da vítima, nas redes sociais.

"Esse covarde estuprou e assassinou minha mãe, em Lucas do Rio Verde. Me ajude a encontrar ele, toda informação será bem recebida, está foragido, mas está por perto. Covarde... Adevanir Ferreira da Silva", escreveu o sargento junto com a foto do suspeito.

Segundo a família, eles receberam exames que atestaram que a idosa foi enforcada, estuprada e teve o pescoço quebrado.

Os policiais fazem buscas na cidade, na tentativa de encontrar o suspeito.

O assassinato

Foto: Arquivo Pessoal

Dona Salvina

 

Em pleno Dia das Mulheres, 8 de março, a idosa Salvina dos Santos Vidal foi espancada, estuprada e assassinada no município de Lucas do Rio Verde. De acordo com a Polícia Civil, Dona Salvina saiu para caminhar, como fazia todos os dias de manhã, e desapareceu.

O corpo dela foi encontrado horas depois, em um terreno baldio, apenas duas propriedades depois de onde ela mora. Ela estava sem roupas e várias lesões pelo corpo.

Câmeras de segurança de casas na região, flagraram o momento em Dona Salvina era abordada pelo suspeito.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE