Cuiabá, 15 de Junho de 2024

POLÍCIA Quinta-feira, 18 de Abril de 2024, 06:58 - A | A

18 de Abril de 2024, 06h:58 - A | A

POLÍCIA / CRIMINOSO CONTUMAZ

"Serial killer" que matou motoristas de app executou casal de idosos há 2 anos no nortão

Lucas Ferreira da Silva (20) estava com mandado de prisão em aberto por latrocínio em propriedade rural no norte do estado, em julho de 2022.

Ari Miranda
Única News



Lucas Ferreira da Silva (20), um dos ‘serial killers’ envolvido na morte de três motoristas de aplicativos na região metropolitana de Cuiabá, já responde pelo crime de latrocínio, onde um casal de idosos acabou morto pelo criminoso em 24 de julho de 2022, na cidade de Nova Monte Verde, a 945 quilômetros da capital.

Lucas, à época com 17 anos, matou o casal de sitiantes Juarez Rodrigues Alves (85) e Maria Aparecida Alves (75), em uma propriedade na comunidade Santa Terezinha I, zona rural do município.

Segundo o suspeito, ele teve notícias de que os idosos guardavam uma certa quantia de dinheiro em casa e decidiu ir até o local para roubar as vítimas, que acabaram mortas a pauladas.

(Foto: Reprodução/Montagem)

casal-idosos-nvm.jpg

O casal Maria Aparecida e Juarez Rodrigues Alves, mortos em 2022.

Juarez foi encontrado morto pela nora, na porta da residência. Já o corpo de Maria Aparecida foi encontrado no banheiro. Conforme registro policial, o imóvel estava todo revirado e com sinais de luta corporal.

Tempos depois, Lucas foi identificado como autor do duplo homicídio e desde então estava foragido.

Segundo apurado pelo Única News, contra Lucas Ferreira da Silva há também um registro pelo crime de ameaça de morte e perseguição a uma ex-namorada, datado de 2023.

CRIMES EM SÉRIE NA CAPITAL

Lucas foi preso na última segunda-feira (15), após ser apontado como co-autor das mortes dos motoristas de aplicativos Márcio Rogério Carneiro (34), Elizeu Rosa Coelho (58) e Nilson Nogueira (42), entre a quinta-feira da semana passada (11/04) e domingo (15), na região metropolitana de Cuiabá.

Para matar os três trabalhadores, Lucas contou com o apoio dos menores de idade E.G.M.L (15) e L.P.S (17), que também foram apreendidos pelos crimes.

Após as mortes de suas vítimas, o trio tinha por hábito ir para a região do Zero Quilômetro, em Várzea Grande, local conhecido como área de prostituição, para “comemorarem” os crimes, usando cocaína e mantendo relações sexuais com garotas de programa.

Lucas teve sua prisão em flagrante convertida em preventiva pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá nesta terça-feira (16). Ele foi autuado em flagrante por triplo homicídio qualificado, roubo majorado, restrição de liberdade das vítimas, grave ameaça com emprego de arma branca, ocultação de cadáver e corrupção de menores.

Os menores de idade também foram autuados e aguardam vaga para internação em unidade do Sistema Socioeducativo.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3