Cuiabá, 25 de Outubro de 2020

POLÍTICA MT
Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020, 09h:08

R$20 MIL EM PROPINA

Governo exonera adjunto preso por suspeita de corrupção

Claryssa Amorim
Única News

Reprodução/Facebook

O Governo de Mato Grosso exonerou o secretário adjunto de Administração Sistêmica da Casa Civil, Wanderson de Jesus Nogueira, após ser preso na noite dessa quinta-feira (24), por suspeita de corrupção e recebimento de propina.

A demissão ainda será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta sexta-feira (25).

Segundo o governador Mauro Mendes (DEM), toda denúncia de possível de irregularidade terá sempre o “respaldo” do Governo para investigação e punição de qualquer servidor envolvido em corrupção.

“O Governo reitera que não coaduna com qualquer prática de crime e que atua fortemente no combate à corrupção”, cita nota emitida pelo Executivo.

A prisão

No momento da prisão, o secretário estava com R$ 20 mil em dinheiro, que possivelmente teria sido repassado por representante de empresa favorecida em processo licitatório. A transação teria ocorrido dentro da Casa Civil, horas antes da prisão.

O agente público foi autuado em flagrante por crime de corrupção passiva e será encaminhado para audiência de custódia.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE