Cuiabá, 04 de Dezembro de 2020

POLÍTICA MT
Terça-feira, 20 de Outubro de 2020, 15h:56

ACABOU A AMIZADE

Leitão lava as mãos sobre apoio a Taques e diz que nunca teve ‘relação próxima’

Euziany Teodoro
Única News

(Foto: Marcus Mesquita)

O candidato ao Senado Federal, Nilson Leitão (PSDB), um dos principais apoiadores do governo de Pedro Taques (SD), hoje seu adversário na disputa, lavou as mãos daquele período e disse que “nunca manteve nenhum contato próximo” com o Governo.

Nilson afirma que, mesmo sendo do mesmo partido do governador na época, desde o primeiro ano do governo de Pedro Taques, "era difícil" ter relação política com o governo. “Por isso, nunca manteve nenhum contato próximo ou teve algum envolvimento com as denúncias graves nos quatro anos da gestão de Pedro Taques, como as irregularidades cometidas na Seduc, alterar número de protocolo na Casa Civil e culpar um promotor de justiça, ou nas escutas ilegais, conhecidas como grampolândia”.

Mencionado em delação premiada do ex-secretário de Estado de Educação (Seduc), Permínio Pinto, Leitão disse que nunca foi notificado em investigação ou chamado na polícia durante a operação Rêmora, que investigou denúncias de corrupção na Seduc. Da mesma forma, garante que não foi denunciado pelo Ministério Público ou alvo de ação processual na Justiça.

“Não tenho ação nenhuma ação contra mim. Tentaram me envolver em escândalos. O próprio Supremo Tribunal Federal (STF) citou na época que não encontrou nenhum crime de corrupção ou lavagem de dinheiro. Eu ganhei todas as ações que tentaram me envolver em corrupção, não tenho nenhuma ação criminal na minha vida e sou ficha limpa”.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE