Cuiabá, 22 de Junho de 2024

VOLTA AO MUNDO Terça-feira, 30 de Abril de 2024, 19:15 - A | A

30 de Abril de 2024, 19h:15 - A | A

VOLTA AO MUNDO / CRIME ABSURDO

Homem armado com espada samurai mata menino de 13 anos e fere mais 4 em rua de Londres

Outras quatro pessoas ficaram feridas, sendo dois civis com ferimentos leves e dois policiais que precisarão de cirurgia devido aos golpes de arma branca



A Polícia Metropolitana revelou, no início da tarde desta terça-feira (horário local), que um adolescente de 13 anos morreu após um ataque com uma espada que deixou cinco pessoas feridas em Hainault, Londres, no Reino Unido.

"É com grande tristeza que confirmo que um dos feridos no incidente, um adolescente de 13 anos, faleceu devido aos ferimentos", declarou o inspetor Stuart Bell em uma coletiva de imprensa, conforme relatado pela mídia britânica.

"Ele foi levado para o hospital após ser esfaqueado e, infelizmente, faleceu pouco tempo depois", acrescentou.

A família da jovem vítima está recebendo apoio especializado.

Outras quatro pessoas ficaram feridas, sendo dois civis com ferimentos leves e dois policiais que precisarão de cirurgia devido aos golpes de arma branca. "Os ferimentos são significativos, mas neste momento acreditamos que não correm risco de vida", disse o mesmo oficial. A Polícia Metropolitana de Londres destacou que está investigando "todos os fatos como prioridade" deste terrível incidente.

"Sei que as famílias das pessoas envolvidas, a comunidade local e a comunidade em geral, bem como muitas pessoas em toda a cidade de Londres, vão querer saber por que esse terrível incidente aconteceu. Cabe a nós descobrir - e faremos isso. É nosso dever", garantiu o inspetor.

A polícia também confirmou a prisão de um homem de 36 anos - que está sob custódia policial - que foi imobilizado com um taser.

"Quero confirmar que não acreditamos que haja mais perigo para a população em geral e não estamos procurando mais ninguém relacionado ao incidente", enfatizou.

O suspeito foi "submetido a uma descarga elétrica no local e detido 22 minutos após o primeiro chamado à polícia, pouco antes das 7h00 da manhã (3h da manhã no horário de Brasília)", ainda destacou o oficial, confirmando que o incidente não está sendo considerado "um ataque com alvo específico" e "não parece estar relacionado ao terrorismo".

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia