Cuiabá, 22 de Maio de 2024

CIDADES Quarta-feira, 26 de Abril de 2017, 17:50 - A | A

26 de Abril de 2017, 17h:50 - A | A

CIDADES / TODOS PELO JOÃO NETO

Campanha quer arrecadar U$$ 200 mil para custear tratamento de menino com tipo raro de câncer

Família não tem condições de arcar com todas as despesas e diz que filho luta contra o tempo

Karollen Nadeska / Única News



 

 

(Foto: Reprodução)

 

Uma campanha de arrecadação na internet com o lema “#todospeloJoãoNeto”, visa angariar cerca de U$$ 200 mil dólares para custear o tratamento do pequeno João Neto, um garoto de apenas cinco anos, que foi diagnosticado com um tipo raro de câncer, conhecido como TCG (tumor de célular germinativas).

 

Segundo o pai de João Neto, Beto, o filho sofre com a doença rara a quase dois anos e luta praticamente contra o tempo para sobreviver.

 

O tumor está localizado na região sacral que é uma região que tem muito terminação neurológica. Então a cirurgia fica inviável no caso dele, se ele fizer cirurgia ele pode perder as funções fisiológicas, o controle das funções e por isso da indicação com radioterapia de próton que não tem no Brasil”, explica.

 

O tratamento tem que ser feito o mais rápido possível para evitar qualquer chance de volta a doença. Então a gente está correndo contra o tempo”, diz.

 

João Neto é natural de Maracaju, em Mato Grosso do Sul (MS) e além da campanha na web, amigos e familiares estão mobilizados na realização de eventos beneficentes e demais organizações solidárias, em prol da arrecadação para o tratamento.

 

Ainda de acordo com Beto, a família não tem condições de arcar com todas as despesas, já que à pelo menos um ano e meio tiveram que se mudar para Barretos, em São Paulo (SP), onde João Neto recebeu gratuitamente os procedimentos da luta contra o câncer. No entanto, alega que a cidade exige um custo alto de vida e que somente com o aluguel gasta em torno de R$ 2 mil.

 

A gente está a um ano e meio em Barretos. Então tudo que a gente tinha de economia a gente investiu aqui, com aluguel e outras coisas. O tratamento aqui é gratuito, mas o custo de vida é muito alto. Pra se ter uma ideia um aluguel que a gente paga, praticamente é dois mil reais”, ressalta.

 

João Neto irá realizar o procedimento hospitalar em Boston, nos Estados Unidos (USA), e a Prefeitura Municipal de Maracajú já concedeu as passagens de ida e volta.

 

Questionado pela reportagem, Beto diz que o filho tem sofrido cada vez mais com os ciclos de quimioterapia e que inclusive já passou por transplante.

(Foto: Reprodução)

karollen

 

 

Ele fez quimioterapia e aí ele fez cinco cliclos. Depois ele terminou esses cinco ciclos, ficou um período fazendo exames foi quando a doença voltou novamente, onde ele necessariamente teve que passar por mais três ciclos. Passado isso, ele entrou para transplante de medula óssea, dele mesmo, autóloga que chama”, relata o pai.

 

A campanha está sendo divulgada no endereço https://www.facebook.com/todospelojoaoneto/ e famosos, como os cantores Tiaguinho e o ex-BBB Fael, já deixaram recados de apoio na página.

 

A família embarca para Boston (USA) no dia 06 de maio e quem quiser aproveitar a oportunidade para dedicar um gesto de amor, pode doar qualquer quantia nas contas disponíveis na imagem ao lado. (clique para ampliar)

 

 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia