Cuiabá, 01 de Dezembro de 2020

CIDADES
Terça-feira, 14 de Julho de 2020, 09h:32

LUTO

Familiares e amigos velam adolescente que foi morta por amiga com tiro acidental

Elloise Guedes
Única News

(Foto: Arquivo Pessoal)

O corpo da adolescente Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, que morreu no domingo (12) ao ser atingida por um tiro acidental na cabeça, disparado por uma amiga da mesma idade, em um condomínio de luxo de Cuiabá, está sendo velado na manhã desta terça-feira (14), na Capela Jardins, na capital.

O enterro está previsto para as 10h30, no cemitério Bom Jesus. A menor que atirou usou uma arma do pai dela, Marcelo Martins Cestari, de 46 anos, que é atirador esportivo. A menina também faz cursos de tiro e participa de competições.

Na casa da família, a polícia encontrou sete armas. Duas delas não tinham registro e, por isso, ele foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. Marcelo foi conduzido à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e autuado pelo crime. Ele pagou fiança e foi liberado em seguida.

Homenagens

Familiares e amigos de Isabele usaram as redes sociais para se despedir da garota que era bastante querida. O irmão de Isabele, Pedro Ramos, relembrou que esta é a segunda grande perda na família. Em 2018, o pai deles, o neurocirurgião Jony Soares Ramos, morreu na estrada para Chapada dos Guimarães, após bater o veículo que dirigia em uma vaca.

“Agora eu sei o sentido da vida. O sentido da vida é fazer você sofrer”, desabafa. “Meu pai já foi, agora minha irmã, Meu Deus. Queria só dar um abraço nela e um beijo”.

Na publicação, ele ainda publicou fotos da irmã. “É triste a vida. Não deu nem uma chance para minha irmã viver. Ela era uma irmã muito chata quando queria, mas um amor sempre. Era linda e além de tudo era minha irmã”, ressaltou.

Um outro parente de Isabele, Guilherme Ramos, se mostrou revoltado com a tragédia. “Minha família tendo que enterrar uma criança, porque deram uma arma para uma menina de 14 anos... Sem palavras”, lamenta.

Alguns amigos da adolescente também publicaram fotos com a garota, relembrando os bons momentos. “Vou sentir tanto sua falta, eu real não sei como vou viver sem você, você foi a melhor amiga que eu tive”, diz uma das homenagens.

Entenda o caso:

Isabele já foi encontrada sem vida no banheiro da casa da amiga, por volta das 22h30. Ela foi atingida com um tiro acidental na cabeça durante uma brincadeira.

Na casa da acusada, foram encontradas outras sete armas que pertenceraim ao pai dela, que é atirador esportivo. A arma usada no acidente foi uma pistola PT 380.

Logo após o disparo, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e constatou a morte da vítima. A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) também esteve no local.

De acordo com a perícia técnica, a cena do crime sofreu alterações.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE