Cuiabá, 17 de Junho de 2024

PARANÁ Quinta-feira, 18 de Abril de 2024, 18:20 - A | A

18 de Abril de 2024, 18h:20 - A | A

PARANÁ / MAU EXEMPLO

Professor do Paraná é investigado por apologia ao nazismo, racismo e xenofobia

Educador atuava em colégios da rede estadual em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba e foi afastado das funções.

Dayana Bueno
g1 PR e RPC



Um professor de história da rede estadual do Paraná foi afastado das funções nesta quinta-feira (18) durante uma investigação que apura apologia ao nazismo, racismo e xenofobia nas redes sociais. O afastamento foi confirmado pela Secretaria Estadual de Educação (Seed).

De acordo com a Polícia Civil (PC-PR), o homem é professor em dois colégios estaduais em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O g1 tenta identificar a defesa do professor.

Na manhã desta quinta, um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça a pedido da polícia foi cumprido contra o investigado. Os alvos foram residências do suspeito e armários dele em um dos colégios onde ele trabalha.

O pedido de afastamento das funções também foi uma solicitação da polícia à Justiça.

De acordo o delegado Vyctor Grotti, responsável pelo caso, o homem é investigado por incitar a discriminação e preconceito de raça, cor e procedência nacional, também como veicular símbolos para apologia ao nazismo, movimento extremista que matou seis milhões de judeus.

O que diz a Seed

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação informou que o afastamento foi cumprido pelas direções dos colégios, apesar da pasta ainda não ter sido intimida oficialmente da decisão.

Ainda conforme a nota, a Seed acredita que a notificação do governo ocorrerá nesta quinta e que o afastamento será mantido.

Com a decisão, o professor está impedido de dar aula nas instituições.

CLIQUE AQUI e leia a matéria completa

Comente esta notícia