Cuiabá, 22 de Junho de 2024

POLÍCIA Quinta-feira, 16 de Novembro de 2023, 11:31 - A | A

16 de Novembro de 2023, 11h:31 - A | A

POLÍCIA / RIVALIDADE

Entregador de comida é morto à tiros por criminoso de facção rival

Crime aconteceu após uma discussão, no momento em que a vítima foi fazer uma entrega de comida na quitinete onde morava o suspeito.

Ari Miranda
Única News



Um adolescente de 16 anos, identificado apenas pelo apelido de “Paulinho”, foi morto a tiros durante uma entrega na casa de um cliente que pertence a uma facção criminosa, na noite desta quarta-feira (15), em Nobres (121 Km de Cuiabá).

Segundo a versão do autor do crime, que é ligado a uma facção criminosa e acabou preso pela Polícia Militar, é de que o crime foi causado pelo fato deles serem de facções diferentes, o que gerou um desentendimento entre eles, resultando no homicídio.

Conforme boletim de ocorrência, a PM foi acionada por vizinhos logo após ouvirem os disparos de arma de fogo, por volta das 19h. Ao chegarem no local, os militares encontraram Paulinho caído no chão, atingido por pelo menos quatro tiros, porém ainda com vida.

Uma ambulância do município foi acionada e o rapaz foi levado ao Hospital Laura de Vicuña. Todavia, o menor de idade não resistiu aos ferimentos. Testemunhas do fato indicaram à Polícia Militar que o suspeito estava em uma quitinete, ao lado de onde o crime aconteceu.

Os policiais então foram até o local indicado e conseguiram prender o autor do crime, um rapaz de 18 anos. Na residência, foi encontrado ainda um revólver calibre 38, que o suspeito disse ter usado para matar o rival.

Aos PMs, o atirador disse que pertence a uma facção criminosa e, antes do fato, tinha feito um pedido de espetinhos, em uma espetaria onde a vítima trabalhava como entregador.

No momento da entrega, Paulinho e o suspeito teriam se desentendido, após descobrirem que eram de facções rivais, momento em que entraram em luta corporal, até que o criminoso conseguiu sacar sua arma e efetuar os disparos.

O corpo da vítima foi encaminhado para exames de necropsia. Já o suspeito foi entregue à equipe da Delegacia de Polícia Civil de Nobres, que investiga o caso e possíveis ligações dele com outros crimes.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3